Amazonas

Justiça dá prazo de dez dias para governo do Amazonas comprar vacinas contra a Covid-19

A Justiça do Amazonas determinou que o governo do Estado gaste R$ 150 milhões com a compra de vacinas contra a Covid-19. A determinação partiu da juíza Jaiza Maria Pinto Fraxe, titular da 1ª Vara da Justiça Federal do Amazonas, que autorizou a compra nesta quinta-feira (26/02).

A intenção é imunizar 70% da população de Manaus e mais sete municípios (Manacapuru, Tefé, Iranduba, Itacoatiara, Parintins, Coari e Tabatinga) mais atingidos pela doença até aqui. Com essa quantia, seria possível comprar aproximadamente 1,4 milhões de doses da vacina da Pfizer, por exemplo, que pela cotação do dólar custa atualmente algo em torno de R$ 105,00.

A medida judicial foi estabelecida em caráter de urgência e estabelece prazo de dez dias para a compra e prevê multa diária de R$ 50 mil, em caso de descumprimento. O dinheiro sairia do Fundo de Desenvolvimento do Turismo e do Interior (FTI). Além disso, a Assembleia Legislativa do Amazonas já garantiu, em dezembro de 2020, R$ 50 milhões para a compra de vacinas.

Durante esta semana, o Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou estados e municípios a comprar doses de vacinas, inclusive sem aprovação da Anvisa. A descentralização do Plano Nacional de Imunização é criticada por especialistas ouvidos pelo Vocativo, como você pode conferir aqui.

Foto: Secom-AM

3 comentários

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: