Amazonas

Amazonas: Justiça dá 48h para Governo Federal se manifestar sobre vacinação coletiva

A juíza Jaiza Fraxe, da 1ª Vara Federal Cível do Amazonas, determinou que a União se manifeste, no prazo de 48 horas, sobre o pedido de compra de novas doses de vacinas contra a Covid-19 para imunizar 70% da população de Manaus e mais sete municípios do Estado, em 30 dias.

A determinação atende ação ajuizada pelas Defensorias Públicas do Estado Amazonas (DPE-AM) e da União (DPU) e contempla, além da capital, Manacapuru, Tefé, Iranduba, Itacoatiara, Parintins, Coari e Tabatinga, em razão da grave situação epidemiológica desses municípios. 

Na petição, as Defensorias requerem que a União adquira e destine as oito cidades doses suficientes para abarcar pelo menos 70% dos indivíduos elegíveis, os maiores de 17 anos, nas condições normais, com duas doses. Conforme a ação, caso medidas drásticas não sejam tomadas, “opiniões respaldadas cientificamente prenunciam o surgimento de uma possível terceira onda”.  

A intenção é imunizar pelo menos 70% da população até o final de 2021.  Além de diminuir o número de mortes e internações, além de propiciar o retorno com segurança de atividades econômicas, a medida busca também impedir o surgimento de novas variantes do coronavírus que escapem de imunidade de pacientes já recuperados e das próprias vacinas, o que seria uma ameaça ao resto do planeta.

Com informações da assessoria de imprensa da DPE-AM. Foto: Silas Laurentino 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: