Amazonas

Amazonas: sete pacientes morrem por falta de oxigênio em Coari

Atualizada às 16h30 para inserir nota da SES-AM

Sete pacientes internados no Hospital Regional de Coari, a 360 km de Manaus, morreram por falta de oxigênio. A denúncia foi feita em nota enviada pela prefeitura do município na tarde desta terça-feira (19/01). Não foram divulgados mais detalhes sobre os pacientes.

Ainda segundo o comunicado, cerca de 200 cilindros de oxigênio estariam sendo retidos pela Secretaria de Estado da Saúde do Amazonas (SES-AM) que teria distribuído parte para unidades de saúde da capital. A prefeitura afirma ainda que a secretaria estadual prometeu enviar 40 cilindros na segunda-feira (18/01), mas o avião que traria o insumo não chegou no horário previsto e foi desviado para Tefé (a 500 km de Manaus).

O oxigênio só começou a chegar às 07h de hoje, mas como o Hospital de Coari só possuía carga para mais 06h de suporte, os pacientes não resistiram e morreram.

Em nota divulgada nesta tarde, a SES-AM lamentou e afirmou que, por opção do município, o sistema de saúde na cidade é independente, sendo a gestão plena da Prefeitura Municipal. Ainda assim, o Governo do Estado nunca se furtou de auxiliar a administração local, entre outras coisas, com o fornecimento de oxigênio.

Nesta segunda-feira (18/01), por um atraso por parte da empresa White Martins em liberar os cilindros que seriam enviados de Manaus para Coari, não foi possível levar o oxigênio em voo direto, considerando que o aeroporto da cidade não opera à noite.

Foto: Márcio James / Amazônia Real

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: