Amazonas

Alunos do Amazonas são premiados por projetos de conservação ambiental e de combate à violência sexual

Depois de três meses de uma jornada de missões, o Criativos da Escola, programa do Instituto Alana, apresenta os grupos premiados no Desafio 2020. Por conta da pandemia, a 6ª edição do Desafio Criativos da Escola foi adaptada para que os estudantes pudessem participar de missões, individuais e coletivas, à distância. Duas das iniciativas premiadas vieram do estado do Amazonas, representando a região norte do país na premiação.

Uma delas é o plano “Reutilizar para Conservar”, criado por estudantes da Escola Estadual Antônio Belchior Cabral, de Barreirinha (AM), que visa solucionar o problema de lixo na cidade. A ideia surgiu por conta do descarte incorreto dos resíduos feito pelos frequentadores da região, o que contribui para a poluição de ruas, praias e rios da comunidade. O problema foi acentuado, ainda, pela pandemia de Covid-19 e o descarte de máscaras de proteção nas águas. De acordo com o Instituto Conservação Costeira, esse tipo de material pode demorar até 450 anos para se decompor.

Para colocar o plano em ação, os estudantes realizarão uma pesquisa sobre os principais tipos de lixos que são produzidos na escola, nas residências e nas praias da região, e coletá-los para a confecção de materiais didáticos sobre o tema. Serão oferecidas oficinas de reutilização de lixo, com o intuito de ensinar para a comunidade formas de reciclagem. Além disso, os alunos pretendem produzir lixeiras e placas com frases de conscientização ambiental, que serão fixados em pontos estratégicos nas ruas e praias da comunidade.

Foto: Secom-AM

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: