Se não houver reposição, testes para a Covid-19 no Amazonas acabam em nove dias

1

Segundo dados do Governo do Amazonas, o estoque de testes RT-PCR para a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2) pode acabar em nove dias. Segundo a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS- AM), o Laboratório de Saúde Pública (Lacen) consta em seu estoque insumos para a realização de 10.000 exames por PCR. Já a Secretaria de Estado da Saúde (Susam) possui em seu estoque estratégico 17.000 testes rápidos.

Por que esse número é preocupante? Porque de acordo com a Susam, apenas os casos graves com suspeita de Covid-19 são testados. Levando em conta a média dos últimos sete dias de resultados positivos (1.100 por dia), isso significa que, se o estoque não for reposto, acabará em nove dias e o governo não terá como registrar novos casos. Vale lembrar que os testes rápidos não são recomendados para o diagnóstico da Covid-19 em pacientes com o vírus ativo, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Se não houver reposição, testes para a Covid-19 no Amazonas acabam em nove dias 1

Por outro lado, o Ministério da Saúde não dá sinais de que enviará mais testes. De acordo com a FVS-AM, todas as remessas previstas do Ministério da Saúde já foram feitas e os testes rápidos foram devidamente distribuídos, segundo os critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde. Em nota enviada ao Vocativo.com, a Fundação afirma estar fazendo aquisição para mais insumos para realização de exame por PCR, com previsão de chagada na próxima semana.

Segundo a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), até segunda-feira (08/06), 107.738 pessoas foram testadas para Covid-19 no estado. Desse total, 83.303 fizeram testes rápidos e 24.4356 fizeram o teste RT-PCR pelo Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen).

O Amazonas diagnosticou mais 548 casos de Covid-19 nesta segunda-feira (08/06), totalizando 49.817 casos confirmados do novo coronavírus no estado, segundo boletim epidemiológico consolidado pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM). De acordo com o boletim divulgado, foram confirmados mais 21 óbitos pela doença, desses 12 ocorridos nas últimas 24 horas, elevando para 2.271 o total de mortes. Na capital, de acordo com dados da Prefeitura de Manaus deste domingo (07/06), foram registrados 31 sepultamentos e sete óbitos domiciliares.

Foto: EBC

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui