Amazonas

Amazonas tem 26 casos e transmissão local do novo coronavírus

O Amazonas tem 26 casos confirmados do novo coronavírus. Também está confirmada a transmissão local da doença. O anúncio foi feito via redes sociais na manhã deste domingo (22) pelo titular da Secretaria de Saúde do Amazonas (Susam), Rodrigo Tobias e pela diretora-presidente da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), Rosemary Pinto.

Dos 26 casos, 25 são em Manaus e 1 em Parintins. O caso de Parintins está na UTI do Hospital Delphina Aziz, após transporte via Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) aérea e está em estado estável.

Com a confirmação do primeiro caso de transmissão local, a partir de agora, não serão mais anunciados os casos suspeitos, pois todos os cidadãos são considerados como potencialmente infectados.

Correção: ao contrário do informado anteriormente, a confirmação é de transmissão local da doença, ou seja, quando há pacientes infectados no Estado por outros que adquiriram o vírus fora do Amazonas. A chamada transmissão comunitária acontece quando pacientes infectados no Amazonas contaminam outros moradores locais.

“Como há a transmissão de outras síndromes respiratórias no Amazonas, não há como saber qual vírus uma pessoa tem. A partir de agora, todo cidadão é tratado como caso suspeito”, afirma a diretora-presidente da FVS-AM.

Boatos de condomínio

Correm pelas redes sociais comentários afirmando que há casos em condomínios de Manaus. A diretora-presidente da FVS, Rosemary Pinto, explicou que além de falsos, tais alegações são inúteis e perigosas.

“Não faz sentido localizar geograficamente os casos, já que somos todos potencialmente suspeitos. É uma informação irrelevante. Como não divulgamos detalhes dos pacientes, quaisquer notícia sobre os pacienes devem ser encarados como fake news porque são dados incorretos”, afirmou.

Além disso, a diretora alertou para o perigo de rotular pessoas como portadores do vírus. “Nós desaconselhamos veementemente. Pessoas estão sendo discriminadas. Isso é lamentável. Não podemos nos deixar levar pela ansiedade e pelo medo. É inadimissível discriminar pessoas por terem adquirido uma doença sem culpa disso”, explicou Rosemary.

Próximos passos

Com a confirmação da transmissão comunitária, o hospital Delphina Aziz passa a ser fechado para a população para se concentrar exclusivamente no combate ao novo coronavírus. A população deve se deslocar a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Campos Sales, localizada avenida Dona Otília, bairro Tarumã, zona oeste de Manaus.

O secretário de Saúde do Amazonas, Rodrigo Tobias, garantiu que o Estado possui 50 leitos de UTI, em processo de expansão para 150, para atender os casos mais graves.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: