Amazonas

Manaus sob ataque

Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas afirma que há grupos encapuzados e armados por trás dos ataques

Atualizada às 15h05

Pelo menos 17 veículos entre ônibus e ambulâncias foram incendiados na madrugada deste domingo (06/06/21) em Manaus. Segundo o Corpo de Bombeiros do Amazonas, os incidentes começaram por volta de meia-noite. A Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) afirma que a ordem para os atentados partiu de dentro de um presídio, motivada pela morte de um traficante.

Os ataques aconteceram em bairros distintos, além dos municípios de Parintins e no Careiro Castanho, no interior do estado. De acordo com o secretário de Segurança, coronel Louismar Bonates, o policiamento está sendo reforçado para que o direito de ir e vir da população não seja prejudicado.
 
A motivação das ações de vandalismo teria sido a morte de um traficante, segundo o coronel. Informações iniciais, levantadas pelo departamento de inteligência da SSP-AM, apontam que a ordem de depredação partiu de um presídio. Os nomes dos mandantes também já estão sendo levantados e estes serão, posteriormente, transferidos para um presídio federal.
 
Ao todo, 14 ônibus e duas viaturas foram incendiadas. Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também foi interceptada por criminosos. A cúpula da segurança estadual continua reunida traçando estratégias para evitar que novas ações como esta venham a acontecer. Uma agência bancária no bairro Compensa também foi depredada.
 
O Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM), por meio do disque-emergência 193, registrou, entre a noite deste sábado (05/06) e a madrugada de hoje (06/06), 17 ocorrências de incêndio em Manaus. De acordo com o Centro de Operações Bombeiro Militar (Cobom) foram contabilizados 16 incêndios em veículo, um em comércio e outro em um transformador de energia elétrica. Os incêndios em veículos ocorreram em diversos bairros de Manaus, dentre eles Planalto, Petrópolis, Santa Etelvina, São José 2, Novo Aleixo, Cidade de Deus, Japiim, Tarumã Açu, Jorge Teixeira, Armando Mendes e Flores.

Em seu perfil no Twitter, o governador do Amazonas, Wilson Lima, falou sobre o ocorrido. “Determinei às forças de segurança que reforcem o policiamento nas ruas nesse domingo. Criamos um comitê para apurar os atos de vandalismo na capital e região metropolitana e punir os responsáveis. Não toleramos o crime organizado e vamos continuar combatendo o tráfico de drogas”, disse.

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram) lançou nota afirmando que a violência das ações, aparentemente de caráter terrorista, causou pânico nos operadores do serviço. Há relatos de grupos encapuzados e armados praticando tais atos. O grupo afirmou que, por essa razão, toda a frota foi recolhida. Mais informações em instantes.

As imagens foram repassadas pelo Sinetram

1 comentário

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: