Amazonas

Mais de 7 mil ainda não foram tomar a segunda dose da vacina em Manaus

A aplicação da segunda dose da vacina contra a Covid-19 já começou e o número de faltosos nessa etapa tem causado preocupação à Prefeitura de Manaus. De acordo com o levantamento feito pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), 7.361 pessoas ainda não cumpriram o ciclo de proteção contra a doença com a segunda dose da CoronaVac/Butantan.

Para resolver essa situação, o prefeito de Manaus, David Almeida, determinou uma busca ativa para encontrar os faltosos. A atividade está sendo realizada por dez atendentes, no Centro de Cooperação da Cidade (CCC), que diariamente entram em contato com as pessoas que ainda não foram aos postos para tomar a segunda dose da vacina.

A titular da Semsa, Shádia Fraxe, alerta sobre a importância das pessoas que estão em atraso, fecharem o ciclo de imunização contra a Covid-19, e comparecerem a um dos sete pontos de vacinação espalhados em todas as zonas de Manaus, no horário das 9h às 16h. “Aquelas pessoas em atraso com a segunda dose precisam saber que só ficarão imunizadas ao concluir todo o processo de vacinação”, enfatiza a gestora da Saúde.

Prazos

São considerados em atraso, aqueles usuários que tomaram a primeira dose da CoronaVac/Butantan ou da AstraZeneca/Oxford e não compareceram aos postos de vacinação na data indicada pela Semsa. Os fabricantes recomendam que a segunda dose seja aplicada no prazo de até 28 dias para a CoronaVac e de 84 dias para a AstraZeneca.

Para organizar o atendimento, evitando aglomerações e reduzindo o tempo de espera, a Semsa faz o agendamento eletrônico da segunda dose pelo sistema “Imuniza Manaus” (https://imuniza.manaus.am.gov.br/). No entanto, o usuário que não tem cadastro, pode verificar a data indicada na carteira de vacinação e ir diretamente ao posto para receber a vacina.

Os que perderam a data, seja a indicada pelo “Imuniza Manaus”, seja a da carteira, podem e devem receber a segunda dose, bastando procurar um dos postos da Semsa. “A recomendação do Ministério da Saúde é para que o esquema vacinal seja concluído, ainda que com atraso”, reforça a secretária Shádia Fraxe.

Oito postos de vacinação funcionam de segunda a sábado, das 9h às 16h, sendo que o da Escola de Enfermagem, na Universidade Federal do Amazonas (Ufam), na zona Centro-Sul, é ponto exclusivo para trabalhadores de saúde.

— — —

Com informações da Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom). Foto: Valdo Leão / Semcom

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: