Amazonas

IBGE: segundo pico da pandemia derruba indústria amazonense em fevereiro

A produção industrial do Amazonas sofreu queda acentuada em janeiro de 2021 (-10,9%), em relação a dezembro de 2020, durante o pico da pandemia de Covid-19 no Estado e, em fevereiro, apresentou nova queda, em relação a janeiro (-0,9%). O dado consta na Pesquisa Industrial Mensal, divulgada nesta quinta-feira (08/04) pelo IBGE

A variação foi semelhante à média nacional, que sofreu queda de 0,7%, em fevereiro. No entanto, a indústria amazonense apresentou queda acentuada de 10,9% em janeiro, durante o pior momento da pandemia no Estado, e também em dezembro de 2020 (-5,7%); meses em que a indústria nacional registrou variação positiva (0,4%, em janeiro, e 0,8%, em dezembro).

Na comparação entre o resultado de fevereiro de 2021 com mesmo mês do ano anterior, houve queda de 9,9%. Em nível nacional, o desempenho da indústria no mesmo período foi positivo (0,4%).

No acumulado do ano, a variação foi de -9,8%, depois de -9,7% no mês anterior. O resultado do Amazonas na variação acumulada do ano foi o segundo pior entre as unidades pesquisas, em fevereiro. Em nível nacional, o desempenho da indústria, no mesmo período, é positivo (1,3%). O desempenho dos últimos doze meses, em fevereiro, no Amazonas, ficou em -7,3%, contra -4,2% de desempenho nacional.

Foto: EBC

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: