Amazonas

Amazonas registra dois novos casos de síndrome pediátrica ligada à Covid-19

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) divulgou, nesta terça-feira (02/02), a nova atualização de casos de Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica (SIM-P) no Amazonas, que passa a ter dois novos casos registrados, neste ano. 

De acordo com o órgão, dois casos foram notificados, um de Manaus e outro de Iranduba. O primeiro caso é o de um bebê, de 12 meses, sexo masculino, e o segundo, de uma adolescente de 14 anos, residente de Iranduba. Ambos seguem internados na rede hospitalar de Manaus.

Com esta nova atualização dos casos confirmados de SIM-P no Amazonas, o número de casos registrados sobe para 17, sendo que 11 pacientes apresentaram alta médica, dois permanecem internados, sendo acompanhados por uma equipe multiprofissional, e três evoluíram para óbito.

Monitoramento – Os casos são monitorados por uma equipe composta pela Comissão Estadual de Prevenção e Controle de Infecção em Serviços de Saúde (Ceciss/FVS-AM), do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs/FVS-AM), por meio da Coordenação Estadual de Vigilância Hospitalar (NVEH-FVS-AM); e por equipe formada por médicos infectologistas e pediátricos da Secretaria de Estado da Saúde (SES-AM).

SIM-P – Entre os sintomas da SIM-P, estão: febre elevada e persistente, acompanhada de pressão baixa; conjuntivite; manchas no corpo; diarreia; dor abdominal; náuseas; vômitos; e comprometimento respiratório, cardíaco e gastrointestinal, associado a marcadores de inflamação elevados e evidência de Covid-19.

Com informações e foto da Secretaria de Estado da Comunicação (Secom)

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: