Eleições 2020: pesquisa liga sinal de alerta para Amazonino

0

Faltando 11 dias para o 1º Turno da eleição para prefeito de Manaus, foi divulgada nesta quarta-feira (04/11) a 7ª pesquisa da Perspectiva Opinião e Mercado sobre as inteções de voto. O ex-prefeito e ex-governador Amazonino Mendes (PODEMOS) continua liderando com 27,2%. No entanto, o candidato vem sofrendo uma queda sustentada de 5,5% em 36 dias, desde a segunda pesquisa, publicada no dia 29 de setembro.

O segundo lugar está em aberto, com o deputado estadual David Almeida (Avante) sustentando a segunda colocação com 15,3%, seguido pelo também deputado estadual Ricardo Nicolau (PSD), com 12,5%, ou seja, uma diferença de 2,8%. Essa diferença corresponde, na prática, a menos de 35 mil votos. No final de setembro, a distância entre os candidatos do Avante e do PSD era de 14,9%.

Após as convenções, o deputado federal José Ricardo (PT) vem mantendo uma estabilidade entre 9,1% e 11,5%, na quarta colocação. O também deputado federal Capitão Alberto Neto (Republicanos) permanece na quinta posição, com 6,1%, seguido pelo Coronel Menezes (Patriota), o segundo maior crescimento proporcional, que começou com 2,6% e agora atingiu 5,5%, no sexto lugar, superando Alfredo Nascimento, que caiu para 4,0%, na sétima colocação.

Chico Preto (Democracia Cristã), com 1,3% e Romero Reis (Novo), com 1,1%, devem disputar o oitavo lugar, enquanto Marcelo Amil (PC do B) está com 0,3% e aparenta ficar em décimo. Gilberto Vasconcelos (PSTU), tem 0,1% está na última colocação.

Os indecisos somaram 5,6%, o que, por tradição, deverá continuar nesse patamar até o dia 14 de novembro. Brancos e nulos foram 9,5%, percentual que, dentro da margem de erro de 3,1%, deve se consolidar até o dia da eleição.

Segundo turno

Os pesquisadores imaginaram os seguintes cenários nas simulações de 2º Turno: Amazonino 42,7% vs. 33,8% José Ricardo; Amazonino 39,4% vs. 38,9% Ricardo Nicolau; Amazonino 40,1% vs. 39,8% David Almeida. A informação liga sinal amarelo cada vez mais forte para Amazonino, com David Almeida e Ricardo Nicolau empatando com ele no 2º Turno.

Considerando-se a margem de erro, o candidato do Podemos pode sofrer sua terceira derrota em pleitos de dois turnos. A primeira foi em 2004, quando alcançou 43,5% a 28,8% contra Serafim Corrêa na eleição para prefeito em 3 de outubro, e perdeu por 51,7% a 48,3% quatro semanas depois. A segunda, em 2018, quando Wilson Lima obteve uma vantagem de 1% no 1º Turno e ampliou para 17% a diferença no 2º Turno.

Rejeição

No quesito rejeição, Amazonino retoma o posto de mais rejeitado, com 25,2% (+2,5%). Alfredo Nascimento (PL) é o segundo, com 21,0% (-4,3%). José Ricardo segue na terceira posição, com 7,2% de rejeição. Coronel Menezes é o quarto, com 4,1%; David Almeida é o quinto, com 3,8%, e Ricardo Nicolau é o sexto, com 3,3%. Os demais percentuais de rejeição foram os seguintes: Capitão Alberto Neto, com 2,7%; Chico Preto e Marcelo Amil, com 1,8%, e Gilberto Vasconcelos e Romero Reis, com 1,2%.

A pesquisa

Segundo a Perspectiva, a pesquisa foi executada com recursos próprios e registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número AM-08818/2020, com 1.000 entrevistas na cidade de Manaus, realizadas de 30 de outubro a 1º de novembro de 2020. A margem de erro é de 3,1%, para mais ou para menos, com grau de confiabilidade de 95%, o que significa dizer que se fossem feitas 100 entrevistas com a mesma metodologia, 95 estariam dentro da margem de erro prevista.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui