Coronavac: Butantan recebe autorização da Anvisa para importação da matéria prima

0

O Instituto Butantan recebeu, na tarde dessa quarta-feira (28), a autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para a importação das 40 milhões de doses da Coronavac. O pedido, somado à ultima liberação realizada na sexta-feira (23), totalizam as 46 milhões de doses previstas no acordo firmado com a farmacêutica Sinovac Life Science.

O primeiro lote liberado pela Anvisa, com 6 milhões de doses, virão prontas para a aplicação. A nova remessa chegará em formato a granel (bulk), para ser formulada e envasada pelo Butantan, que já conta com toda a estrutura necessária para o processamento do imunizante.

Este é mais um passo importante para a disponibilização da Coronavac, que será aplicada somente após a aprovação e registro da Anvisa assim que os resultados de segurança e eficácia forem comprovados. Com esta nova aprovação, o Instituto Butantan segue em tratativas com a farmacêutica Sinovac Biotech para a liberação da matéria-prima e posterior envio ao Brasil.

Estudos clínicos

A CoronaVac está sendo testada em 13 mil voluntários de 7 estados brasileiros, mais o Distrito Federal. O estudo de fase III coordenado pelo Instituto Butantan já conta com mais de 9 mil participantes vacinados, todos profissionais da saúde na linha de frente no combate ao coronavírus.

Na última semana o Governador João Doria e o diretor do Butantan, Dimas Covas, confirmaram a criação de seis novos centros de pesquisa, totalizando 22, para a ampliação da testagem, o que permitirá a celeridade do processo de comprovação da eficácia da CoronaVac.

Com informações da Assessoria de Imprensa do Instituto Butantan. Foto: EBC

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui