Esportes

Futebol: começa a 17ª rodada do Brasileirão. E ainda: Fast deixa escapar vitória na Série D

Na Arena Acreana, em Rio Branco, o Fast Clube-AM visitou o Atlético-AC e abriu dois gols de vantagem ainda no primeiro tempo. Negueba marcou aos quatro minutos do primeiro tempo, e Bernardo Benjamin ampliou aos 23. Na volta do intervalo, Americano e Elielson deixaram tudo igual para o Galo Carijó: 2 a 2. O resultado deixa o Fast com dez pontos, ainda aparecendo no quarto lugar do Grupo A-1, mas podendo deixar o G-4 até o complemento da rodada. A equipe acreana, com cinco, ocupa a sétima posição.

Campeonato Brasileiro

Abrindo a 17ª rodada do Brasileirão, Fluminense e Ceará se enfrentaram neste sábado (17), no Maracanã, e empataram em 2 a 2. Após sair atrás no marcador, o Vozão acabou virando no segundo tempo, mas viu o Tricolor marcar aos 45 e deixar tudo igual no Rio de Janeiro. Com o resultado, o Fluminense aparece no sexto lugar da tabela da Série A, agora com 26 pontos. O Ceará, com 19, ocupa a 12ª posição.

São Paulo e Grêmio se enfrentaram no Morumbi, e ficaram no 0 a 0. O equilíbrio marcou o confronto, que deixou o time paulista na quarta posição da tabela, com 27 pontos, e a equipe gaúcha no décimo lugar, com 21.

No Estádio Olímpico Pedro Ludovico, Atlético-GO e Athletico-PR empataram em 1 a 1. As equipes se enfrentaram pela 17ª rodada do Brasileirão Assaí, com Zé Roberto marcando para o Dragão, e Léo Cittadini fazendo o gol do Furacão. Com o resultado, o time goiano chegou a 22 pontos e ocupa o oitavo lugar na tabela da Série A. Já a equipe paranaense, com 16, segue na zona de rebaixamento, na 17ª posição.

O Santos conquistou uma importante vitória neste sábado (17). No Couto Pereira, o Peixe bateu o Coritiba por 2 a 1 e subiu na tabela de classificação. Com o resultado, a equipe alvinegra agora soma 27 pontos e aparece na quarta posição da Série A. O Coxa, com 16, segue na zona de rebaixamento, ocupando o 18º lugar.

Acordo suspenso

Seis dias após anunciar a contratação de Robinho, o Santos anunciou no início da noite desta sexta (16) que suspendeu a validade do contrato com o atacante, “para que o jogador possa se concentrar exclusivamente na sua defesa no processo que corre na Itália”.

O processo em questão é do ano de 2017, quando Robinho foi condenado pela Justiça italiana a nove anos de prisão. Ele é acusado de crime de violência sexual contra uma mulher de origem albanesa, ao lado de outros cinco homens, que teria sido cometido em 2013. Na ocasião, o atacante defendia o Milan.

Com informações da Agência Brasil e CBF. Foto: Lucas Uebel | Grêmio FBPA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: