Covid-19: Brasil tem 104 mil mortes e 3,16 milhões de casos acumulados

0

O Brasil chegou a 104.201 mortes em função da pandemia do novo coronavírus. Os dados foram divulgados na entrevista coletiva de apresentação do Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde hoje (12). Foram confirmados mais 55.155 casos da doença e 1.175 óbitos nas últimas 24 horas.

Ontem o painel trazia 103.026. Ainda há 3.454 óbitos em investigação.Covid-19: Brasil tem 104 mil mortes e 3,16 milhões de casos acumulados 1Covid-19: Brasil tem 104 mil mortes e 3,16 milhões de casos acumulados 2Já os casos acumulados somaram 3.164.785. Há 715.107 casos em acompanhamento. Ontem, o sistema do Ministério da Saúde marcava 3.109.630 pessoas infectadas desde o início da pandemia. Até o momento,  2.309.477 pessoas se recuperaram da doença.

Há 5.492 (98,6%) municípios com pelo menos um caso confirmado, e 3.838 (68,9%) com pelo menos um óbito confirmado. São 1.508,53 casos por 100 mil habitantes, e 49,63 óbitos por 100 mil habitantes no Brasil. Do total, 3,3% dos casos totais evoluíram para óbito. Até o momento foram contabilizados 1.078.831 casos suspeitos e 9.130.523 testes realizados. Nos últimos 14 dias foram registrados 611.006 (19,3%) casos e 14.040 (13,5%) óbitos.

Os estados com mais mortes por covid-19 são: São Paulo (25.869), Rio de Janeiro (14.295), Ceará (8.052) e Pará (5.909). As Unidades da Federação com menos óbitos são: Tocantins (482), Roraima (555), Mato Grosso do Sul (558), Acre (569) e Amapá (606).

Taxa de transmissão

A taxa de transmissão de casos de covid-19 no Brasil chegou a 1,01 em 9 de agosto, segundo estudo divulgado nesta semana pela universidade Imperial College, do Reino Unido. O dado está em queda em relação à semana anterior, mas ainda indica que a doença está em expansão.

Uma taxa de 1,01 significa que cada 100 pessoas infectadas pelo novo coronavírus transmitem a doença para outras 101 pessoas, e que, portanto, o número de novos doentes continua crescendo. Na semana passada, o indicador do país era de 1,08 – uma transmissão de 108 novos casos a cada 100.

Com informações da Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui