AM: Presidente e relator da Comissão de Impeachment são da base do governo

0

Em votação realizada na manhã desta terça-feira (14), na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), a deputada Alessandra Campêlo (MDB) e o deputado Dr. Gomes (PSC) foram eleitos, respectivamente, presidente e relator da Comissão Especial formada para analisar as Denúncias 03 e 04, apresentadas pelos médicos Mário Rubens Macêdo Vianna e Patrícia Del Pilar Suarez Sicchar, que tratam de crimes de responsabilidade supostamente praticados pelo governador Wilson Lima (PSC) e vice-governador Carlos Almeida Filho (PTB).

Ainda na Ordem do Dia, durante a Sessão Plenária, a deputada Alessandra Campêlo, 1ª vice presidente da Aleam, conduziu a votação que homologou as indicações dos blocos partidários para composição da Comissão Especial que irá avaliar as denúncias e que poderão, se forem encontradas provas, culminar com o impeachment de Lima e Almeida Filho. Com 22 votos favoráveis a Chapa Única foi homologada.

Os deputados que formam a Comissão Especial são: Fausto Júnior (PRTB), Delegado Péricles (PSL), Felipe Souza (Patriota), Therezinha Ruiz (PSDB), João Luiz (Republicanos), Alessandra Campêlo (MDB), Dr. Gomes (PSC), Saullo Vianna (PTB), Belarmino Lins (Progressistas), Cabo Maciel (PL), Wilker Barreto (Podemos), Dermilson Chagas (Podemos), Roberto Cidade (PV), Carlinhos Bessa (PV), Adjuto Afonso (PDT), Sinésio Campos (PT), Joana Darc (PL).

É preciso lembrar que na reunião parlamentar do último dia 9 foi realizada esta mesma votação, que foi anulada posteriormente em razão falta de quórum mínimo de 13 deputados presentes no momento da votação. Assim, em nome da legalidade, a eleição foi refeita nesta terça-feira, com o número de presentes bem acima do necessário.

Após essa etapa, a deputada Alessandra Campêlo encerrou as atividades da Sessão Ordinária e convocou o deputado Belarmino Lins, mais velho dentre os membros, para conduzir a reunião preparatória e de escolha do presidente e relator da Comissão.

Para o cargo de presidente se candidataram a deputada Alessandra Campêlo e o deputado Felipe Souza. Campêlo foi escolhida por 9 votos a 7. Houve 1 abstenção, do deputado Saullo Vianna.

O cargo de relator foi disputado entre os deputados Dr. Gomes e Fausto Júnior. Gomes teve 10 indicações de seus pares, enquanto Fausto teve a preferência de 6 parlamentares. O deputado João Luiz se absteve de votar.

Próxima etapa

Após a definição do presidente e do relator, a Comissão irá estipular o prazo de dez dias para que o governador e seu vice apresentem suas defesas. Após esse prazo, a Comissão terá igualmente o período de dez dias para apresentar um parecer, favorável ou não ao recebimento das denúncias contra Wilson Lima e Carlos Almeida Filho. Esse parecer deverá ser votado no Plenário Ruy Araújo, sendo necessário o mínimo de 13 votos para sua aprovação.

Com informações e foto da assessoria de imprensa da ALEAM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui