Jereisssati recebeu financiamento de campanha de empresa ligada à Coca-Cola

0

O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), relator do novo Marco Legal do Saneamento Básico, aprovado nesta quarta-feira (24) no Senado, teve parte do seu financiamento da campanha para as eleições de 2014 pago pela Recofarma do Amazonas, empresa localizada no Pólo Industrial de Manaus, que produz um componente da fabricação da Coca-Cola. O valor da doação foi de R$ 999.000,00.

Membros da oposição afirmam que a multinacional norte-americana, que consome grandes quantidades de água para a fabricação dos seus produtos, tem interesse direto na aprovação do projeto, que permite a privatização do serviço de fornecimento de água no país. Vale lembrar que o senador é um dos sócios do Grupo Jereissati, que comanda a Calila Participações, única acionista brasileira da Solar. Esta última empresa é uma das 20 maiores fabricantes de Coca-Cola do mundo.

Para o deputado federal Glauber Braga (PSOL-RJ), há nesse caso um “total conflito de interesses” e o senador “nem poderia ser o relator de uma matéria desse tipo”. Ele explica: “quanto maior a presença do capital privado no setor de água e saneamento, maior é também a possibilidade de eles ficarem ampliando o seu poder de intervenção e controle em relação as nossas reservas. Nesse momento, a gente não pode ter meias palavras. Ali há um interesse de natureza privada, que capturou o interesse público pela ação desse senador da República. O Tasso [Jereissati] é o representante da Coca-Cola no Brasil. Pelos negócios que tem, é o senador Coca-Cola”, explica.

Foto: Agência Senado

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui