Amazonas

Covid-19: restrição de viagens de barco salvou pelo menos 1,2 mil vidas no AM

Pesquisa da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) indica que pelo menos 123 mil pessoas deixaram de ser infectadas e 1,2 mil vidas foram salvas por força do Decreto nº 42.087/2020, do Governo do Estado do Amazonas. O decreto instituiu a navegação apenas para casos essenciais (cargas e alimentos perecíveis), o que amenizou a taxa de contágio e espalhamento do novo coronavírus.

O estudo, realizado pelo subcomitê de combate à covid-19 da Faculdade de Informação e Comunicação, coordenado pelo Prof. Dr. Renan Albuquerque, considera o Rt médio do Amazonas, medido pelo Imperial College London (Reuni Unido), que quantifica o índice de disseminação do SARS-coV-2, registrado entre 3 e 4 para o Estado de 01/04 a 31/05. A base de dados foi conservadora, entretanto, porque tomou como ponto de partida apenas as 21 mil pessoas que, mensalmente, transitam pelo porto de Manaus. “Se aplicarmos a mensuração para as mesorregiões do Baixo e Médio Amazonas, Alto Rio Negro, Alto Solimões, Juruá e Purus, podemos estar falando de um decreto que freou até 200 mil novos casos e evitou 2 mil mortes”.

Também foi base para o levantamento a taxa de contágio anotada no navio Diamond Princess, que foi usado como modelagem para espalhamento em ambientes de motores marítimos e fluviais. Essa taxa indica que, em espaços compartilhados de convés de barcos ou navios, uma pessoa pode transmitir para outras 15 a doença a cada três dias. “Isso seria um desastre aqui. Imagine diversas redes, uma ao lado da outra, por seis horas, 14 horas ou até 96 horas (3 dias)”, ressaltou Albuquerque, que nesta sexta-feira publica dois compilados de dados qualitativos acerca do trabalho de suas equipes no fornecimento de informações científicas para a tomada de decisão.

Apesar da medida ter salvo vidas, ela não foi seguida à risca por donos de embarcação no Estado. A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) afirmou que um dos maiores vetores de transmissão no Estado foram as viagens de barco entre municípios do interior.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: