Brasil

MPF abre investigação para apurar vazamento em favor de Flávio Bolsonaro

O Ministério Público Federal (MPF), por meio do Núcleo de Controle Externo da Atividade Policial, instaurou procedimento investigatório criminal (PIC) para apurar supostos vazamentos da Policia Federal na Operação Furna da Onça, deflagrada em 2018. Além disso, o MPF requer à Justiça Federal o desarquivamento de inquérito policial (IPL) que apurou suspeitas de que informações privilegiadas foram vazadas. Na época, o caso foi arquivado após a própria PF ter relatado sem evidências de crime o IPL.

Ao justificar o desarquivamento, o procurador da República Eduardo Benones argumenta que “há notícias de novas provas que demandam atividade investigatória”. O procurador refere-se declarações prestadas pelo empresário Paulo Marinho em entrevista ao Jornal Folha de São Paulo, no último fim de semana. De acordo com a entrevista, Marinho afirmou que Flávio Bolsonaro, então deputado estadual, teria conhecimento prévio da operação e informações sobre movimentação atípica nas contas de Fabrício Queiroz, ex-assessor do parlamentar, que apontavam para a denominada “rachadinha”, ou seja a retenção indevida, por assessores, de parte das gratificações recebidas por outros funcionários de gabinetes da própria Assembleia.

“As investigações do controle externo visam descobrir se policiais federais vazaram informações sigilosas para privilegiar quem quer que seja. Caso fique comprovado qualquer vazamento, mesmo uma simples informações, os policiais responsáveis podem ser presos e até perder o cargo por improbidade”, afirma o coordenador do Núcleo de Controle Externo da Atividade Policial do MPF/RJ.

Para instruir o PIC, o MPF irá ouvir o empresário Paulo Marinho. Também será requisitada segurança dele antes e depois da oitiva.

Com informações da assessoria de imprensa do MPF-AM. Foto: Agência Senado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: