Amazonas

Ufam e OAB-AM lançam aplicativo para auxiliar na defesa dos Direitos da Mulher

A Universidade Federal do Amazonas e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-AM) lançaram nesta segunda-feira, 2 de março, o aplicativo SOS Elas. A solenidade de lançamento foi realizada na sede do Palácio da Justiça.

Desenvolvido pelo Instituto de Computação (Icomp) em parceria com o projeto Cunhantã Digital e apoio das Comissões de Direito Digital, Startup e Inovação e da Mulher Advogada, o app será uma importante ferramenta para auxiliar na defesa dos Direitos das Mulheres.

“O SOS Elas é uma ferramenta a mais para defesa da mulher em situação de perigo, tendo dois níveis de atuação. No primeiro momento, você deve cadastrar os seus contatos de confiança e, se estiver em perigo, apertar o botão de volume por dois segundos e automaticamente será enviada, para os seus contatos de confiança, uma mensagem de socorro via SMS, fotos da câmera frontal e traseira e sua localização”, declara a professora Rosiane de Freitas, líder da equipe de desenvolvimento do aplicativo e cofundadora do projeto Cunhantã Digital. “Mas se a mulher achar que está em risco iminente, ela pode também chacoalhar o celular, em seguida ou simultaneamente, o que além de acionar os contatos, fará uma ligação automática para o 190”, completa a professora.

“Trata-se de uma defesa a mais para as mulheres. Uma ferramenta de fácil acesso, gratuita, simples e de manuseio prático para uso nas situações emergenciais e que pode ser acessado de qualquer lugar do país”, conforme explicou a presidente da Comissão da Mulher Advogada da OAB-AM, Maria Gláucia Soares.

O aplicativo é um pedido de ajuda on-line para as situações em que a mulher sentir que seus direitos estão sendo violados. Além de registrar a denúncia, o app fornece também informações sobre os Direitos e as principais leis de proteção às mulheres. “Também temos no aplicativo a aba “Informações OAB”, na qual são expostos dados e informações sobre violência contra a mulher, com números de telefones e endereços úteis. Temos informações sobre a Lei Maria da Penha, Lei da Importunação Sexual, por exemplo”, revelou a professora Rosiane. A ferramenta estará disponível gratuitamente nas lojas de aplicativos. “A versão beta está sendo testada e já foi submetida para a Play Store e a Google Store. Deve estar disponível para download nos próximos dias”, completa.

Com informações e foto da assessoria de imprensa da Ufam

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: