Amazonas

Família lança campanha virtual para ajudar jovem de 16 anos a fazer transplante

Com o local do transplante definido, familiares lutam contra o tempo para arrecadar doações que pagarão os custos da viagem, além de alimentação, medicamentos e estada de mãe e filho no RS


Em novembro de 2019, Ian Anselmo Azocar, 16, foi diagnosticado como paciente renal crônico e hipertenso assintomático. Segundo os médicos, a única forma de ele voltar a ter uma vida saudável é receber um rim compatível para o transplante numa cirurgia que será realizada em Porto Alegre-RS, pela nefrologista Clotilde Duck. Para custear as despesas do tratamento e do pós-cirúrgico, a família se mobiliza numa Vakinha Virtual  onde são aceitas doações a partir de um real.

Quando os médicos analisaram os exames, duvidaram de como o jovem ainda poderia estar vivo. Com os rins paralisados, ele segue um rigoroso tratamento que inclui  hemodiálise três vezes por semana, uma dieta restritiva, o uso contínuo de medicamentos e um permanente estado de alerta. Aos 16 anos, Ian luta uma incansável batalha pela vida junto com seus familiares e amigos. E essa rotina segue até a data da cirurgia.

“Quando descobrimos a doença, eu já estava desempregada. Agora, que tenho me dedicado de maneira integral ao tratamento dele, eu não tenho como voltar a procurar emprego. Estamos vivendo da ajuda de pessoas caridosas e de alguns bicos que eu ainda consigo fazer. Nossa família e os amigos nos dão todo o apoio, mas a rotina e as necessidades continuam sendo muito pesadas”, relata a mãe do adolescente, Danielle da Silva Anselmo.

“Estamos fazendo o tratamento pelo SUS e ele entrou na fila do transplante. Infelizmente, a cirurgia só pode ser feita fora de Manaus. Agora, sabemos que será no Rio Grande do Sul, porque já que foi definido o local do transplante e vamos precisar largar tudo aqui para tentar salvar a vida dele. Temos vivido dias de aflição nessa espera, mas a nossa fé se renovou a cada reação positiva e agora recebemos a notícia de que ele finalmente terá o rim que tanto precisa. É uma luta contra o tempo, mas estamos muito confiantes!”, acredita a mãe do rapaz.

Para arcar com os altos custos, que incluem passagens, estada, alimentação, transporte, medicamentos e consultas médicas durante o tratamento de Ian, principalmente no pós-cirúrgico. “Com essa vaquinha, esperamos mobilizar as pessoas que acreditam que o Ian pode superar esse desafio e que podem ajudar. Qualquer valor, a partir de um real, será muito bem-vindo”, incentiva Danielle Anselmo, confiante que será possível alcançar os 15 mil reais com a iniciativa.

Doença renal crônica

A insuficiência renal crônica é a perda lenta e contínua do funcionamento dos rins, cuja principal função é remover os resíduos e o excesso de água do organismo. Na maioria das vezes, a evolução da doença é assintomática e o diagnóstico é muito tardio. No caso de Ian, enquanto ele espera pela solução definitiva, que é o transplante, o tratamento imediato é a hemodiálise.

Mais informações: (92) 99353-7278

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: