Entretenimento

Oitava temporada de “Sangue Latino” estreia no Canal Brasil

Conhecido pela experiência em múltiplas vertentes – jornalista, escritor e tradutor –, Eric Nepomuceno retorna à tela do Canal Brasil, no dia 15/04, às 22h30 – e os cinco primeiro episódios estarão disponíveis, também para não assinantes, a partir do dia 12, no Canal Brasil Play -, para comandar diálogos profundos com personalidades fundamentais da cultura latino-americana, na nova temporada de “Sangue Latino”.

Em seu oitavo ano, a atração foca sua atenção em artistas brasileiros e argentinos, entre cineastas, atores e escritores das mais diversas influências e estilos. A direção fica a cargo de Felipe Nepomuceno, filho do anfitrião, que mantém a estética tradicional do programa, com contrastadas imagens em preto e branco e belos planos de natureza poética.

Arnaldo Antunes é o convidado do primeiro episódio e discute seus medos, sonhos recorrentes e o valor do silêncio no seu trabalho. “Tem tantos sentidos. O silêncio é o que possibilita o som. Em qualquer articulação, seja da fala, seja na música, o silêncio está entre as palavras, entre os sons. Ele está permeando tudo, é matéria prima do que se ouve também. Ele faz parte. Você só articula porque tem som e silêncio, então ele origina o ritmo. Mas essa é só uma maneira de compreender o silêncio, o silêncio que fica entre. Mas tem o silêncio que é a palavra calada, tem o silêncio que é a primeira coisa que existiu, o silêncio que ninguém ouviu, astro pelo céu em movimento, o som do gelo derretendo, do barulho do cabelo em crescimento e a música do vento. Essa música que eu fiz sobre o silêncio é um silêncio específico. E tem o silêncio do sossego, quando você quer silêncio para repousar – para contemplar, para dormir, para ler. Tem uma certa paz no silêncio também” explica.

Nos episódios que seguem, a imortal da Academia Brasileira de Letras Nélida Piñon debate a distância entre a realidade e a ficção, sua descrença no destino e sua visão do Brasil, o multi-instrumentista Hermeto Paschoal fala como lida com seu dom para a música, a função da arte e sua relação com o amor. Na Argentina, o cineasta Santiago Mitre conta como se relaciona com o erro e avalia o legado deixado pela geração anterior de intelectuais e a escritora Romina Paula aborda a possibilidade do amor à primeira vista e o significado da amizade. A atração traz ainda conversas com Chico Cesar, Mercedes Morán, Eduardo Blanco, Lya Luft, Mariana Enriquez, Litto Nebbia, Rafael Spregelburd e Daniel Veronese.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.