Cotidiano

Cardiologista lerta para os riscos ao deixarmos de tomar o café da manhã

Você tem o hábito de pular o café da manhã? De acordo com um estudo publicado no periódico científico Journal of the American College of Cardiology, as pessoas que fazem esta primeira refeição regularmente têm menos chances de desenvolver aterosclerose (entupimento de artéria, causando acidente vascular cerebral ou até mesmo um infarto). De acordo com o estudo, as pessoas que consumiam o café da manhã com menos de 5% da ingestão diária recomendada de calorias, tinham o dobro de placas ateroscleróticas, do que aqueles que ingerem uma refeição completa.

Segundo o cardiologista e Coordenador do Programa de Cuidados Clínicos para pacientes com Infarto Agudo do Miocárdio do HCor (Hospital do Coração), Dr. Leopoldo Piegas, excluir o café da manhã é considerado um hábito frequente e não saudável associado a um aumento do risco cardiovascular. Esta é a refeição mais importante do dia por uma série de motivos, entre eles, por fornecer ao corpo energia suficiente para começar o dia e evitar que uma pessoa tenha muita fome em outros períodos, se alimentando de forma exagerada.

Dr. Piegas aconselha para não pular o café da manhã. “Essa refeição está associada a uma diminuição do risco de ataques cardíacos. Incorporar alimentos saudáveis é uma forma fácil de garantir que a refeição forneça uma quantidade de energia adequada e um equilíbrio de nutrientes saudáveis”, explica Dr. Piegas.

Para o cardiologista do HCor, este estudo, assim como outros já publicados sobre o mesmo tema, prova que se trata de um mau hábito que as pessoas podem mudar para reduzir o risco de doença cardiovascular. “Pular o café da manhã como hábito favorece o aparecimento de outros fatores de risco para as doenças cardiovasculares como obesidade, pressão arterial alta, colesterol alto e diabetes, que, por sua vez, podem levar com o tempo, a um ataque cardíaco”, alerta Dr. Piegas.

Café da manhã e seus benefícios:

O café, componente indispensável desta refeição, ajuda também a proteger o coração porque é rico em antioxidantes que previnem doenças cardiovasculares como infarto. O café combate o cansaço e a depressão, melhora o humor e a disposição, além de aliviar o estresse, ele pode evitar o surgimento de alguns tipos de cânceres. Sua ação no aumento da pressão sanguínea é mais encontrado em pessoas sensíveis à cafeína, que fumam ou que já têm diagnóstico de pressão alta. “No entanto, para obter todos os benefícios dessa bebida, o ideal é consumir em quantidades moderadas, de 500 a 600 ml por dia, o que equivale a 3 ou 4 xícaras diárias”, esclarece o cardiologista.

Embora aqueles que pulam o café da manhã estejam tentando, em geral, perder peso ou são hiperativos e não querem perder tempo com esta refeição, com frequência acabam se alimentando de forma menos saudável no fim do dia. “Pular o café da manhã prolongando o período de jejum é estressante, faz o organismo trabalhar mais induzindo a alterações metabólicas que provocam desequilíbrios hormonais (diabetes) e contribuem para o aumento de peso”, finaliza Dr. Piegas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s