Sem categoria

Mundo: China enfrenta pior surto de Covid-19, alerta nos EUA e mais

China – A China está enfrentando o pior surto de Covid-19 desde março de 2020, com a província de Jilin registrando aumento diário recorde de casos. A China registrou hoje mais de 100 novos casos de covid-19 pelo sétimo dia. Dezenas de milhões de pessoas estão em lockdown, enquanto algumas cidades do Norte passam por testes em massa, diante do temor de que infecções não detectadas possam se espalhar rapidamente durante o feriado do Ano Novo Lunar, daqui a algumas semanas.

Rússia – Os Estados Unidos e vários governos europeus exigem a libertação de Alexei Navalny, opositor de Vladimir Putin que foi detido no aeroporto de Moscou, logo após chegar ao país, por agentes dos serviços prisionais russos (FSIN). Alexei Navalny é acusado de ter violado os termos de uma pena de prisão suspensa a que foi condenado em 2014. Alexei Navalny voltava para a Rússia vindo da Alemanha, onde estava desde agosto do ano passado, para se tratar de um caso de envenenamento. Em 2017, a sentença foi considerada “arbitrária” pelo Tribunal Europeu dos Direitos Humanos e vários governos ocidentais já condenaram a recente detenção do ativista.

Austrália – A Austrália deverá manter as fronteiras fechadas durante a maior parte de 2021, mesmo que a maioria da sua população de 25 milhões de pessoas seja vacinada nos próximos meses. A justificativa do governo australiano é que não se sabe se a vacina irá impedir a transmissão do vírus. O país, que vai começar o programa de vacinação em meados de fevereiro, tem mantido as suas fronteiras internacionais fechadas desde março de 2020 e só permite a entrada dos seus residentes e cidadãos, alguns dos seus familiares mais próximos, diplomatas e outras exceções.

Austrália – A Austrália deverá manter as fronteiras fechadas durante a maior parte de 2021, mesmo que a maioria da sua população de 25 milhões de pessoas seja vacinada nos próximos meses. A justificativa do governo australiano é que não se sabe se a vacina irá impedir a transmissão do vírus. O país, que vai começar o programa de vacinação em meados de fevereiro, tem mantido as suas fronteiras internacionais fechadas desde março de 2020 e só permite a entrada dos seus residentes e cidadãos, alguns dos seus familiares mais próximos, diplomatas e outras exceções.

EUA – Os Estados Unidos se preparam para a posse do novo presidente Joe Biden nesta quarta-feira (20/01). Após os trágicos eventos de 04 de janeiro, quando terroristas apoiadores do atual presidente Donald Trump invadiram o Capitólio e causaram a morte de quatro pessoas em confronto com a polícia, a segurança está sendo reforçada por medo de mais ataques. O Pentágono e o FBI trabalham para prender os invasores. Não haverá festa ou desfile. Melania e Donald Trump sequer participaraõa da cerimônia e ficarão a 1.600 quilômetros de distância, no resort Mar-a-Lago, na Flórida.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: