Sem categoria

Apoiadores de Donald Trump invadem Congresso dos EUA

Inconformados com a derrota nas eleições de novembro, apoiadores do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, protestou e invadiu nesta quarta-feira (06/01) o Capitólio, sede do Congresso americano em Washington. A invasão aconteceu durante a contagem oficial dos votos do Colégio Eleitoral que deram vitória ao democrata Joe Biden. A sessão foi suspensa.

A imprensa americana, além de parlamentares tanto do partido democrata quanto republicano acusaram o próprio Trump de atiçar a baderna, ao afirmar em discurso que não aceitaria o resultado eleitoral. Senadores e deputados foram colocados em locais seguros dentro do prédio do Capitólio. O vice-presidente Mike Pence, responsável por presidir a sessão foi retirado do edifício.

A prefeita de Washington, Muriel Bowser, declarou toque de recolher na cidade a partir das 18h (locais, 20h de Brasília). A medida ficará em vigor por 12 horas.

Conviência

Antes da invasão, os vândalos entraram em confronto com a polícia. O número baixo de tropas de segurança na frente do edifício gerou suspeitas de que não apenas Trump tenha agitado seus apoiadores, como garantido baixa proteção ao local para favorecer a invasão.

Apesar do tumulto, o Congresso dos EUA deverá certificar a vitória de Joe Biden como novo presidente dos Estados Unidos. A sessão conjunta é considerada apenas uma formalidade. Biden venceu Trump no Colégio Eleitoral por 306 votos contra 232.

Na sessão, é permitido que parlamentares apresentem objeções sobre os resultados nos estados. Caso um parlamentar faça isso, a contagem é interrrompida. Nesse caso, Câmara e Senado debatem se acatam ou não. O caso é que os democratas são maioria na Câmara e os republicanos no Senado já se mostraram contrários à pressão de Trump.

Trump tentou todas as formas jurídicas possíveis para tentar contestar o resultado e não teve sucesso.

3 comentários

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: