Eleições 2022

Pesquisa CNT traz novas notícias ruins para Bolsonaro

Foi divulgada nesta terça-feira (30/08/2022) a 153ª Pesquisa CNT de Opinião, realizada de 25 a 28 de agosto de 2022. O levantamento mostra a avaliação do governo e o desempenho pessoal do presidente Jair Bolsonaro, além das intenções de voto para presidente da República em 2022 e outros temas. E as notícias são péssimas para o atual presidente.

Embora os resultados da pesquisa mostrem nova melhora na avaliação do governo, com o aumento de 7 pontos percentuais quando comparado ao início do ano. Na aprovação pessoal, também se observa elevação de 7 pontos percentuais desde fevereiro. Contudo, ambas avaliações ainda permanecem com predominância negativa.

Isso porque mesmo com o aumento das expectativas de melhora em relação a emprego, saúde, educação, segurança e renda mensal para os próximos 6 meses, o ex-presidente Lula está 8 pontos percentuais à frente de Bolsonaro. Para um eventual 2º turno, Lula apresenta-se 11 pontos à frente, embora com três a menos do que em maio. Os demais candidatos não apresentaram sinais de crescimento.

Lula lidera entre os de renda de até 2 salários mínimos, com escolaridade até a 9ª série, católicos e na região Nordeste. Já Bolsonaro é o escolhido pelos de renda acima de 2 salários mínimos, com escolaridade média ou superior, evangélicos e nas regiões Sul e Norte/Centro Oeste. A pesquisa também mostra que a chamada polarização não será revertida.

Os dois principais adversários avançam de forma semelhante em termos de potencial de voto, com variações positivas em relação ao último levantamento. E esse quesito também é ruim para o atual chefe da República. “Na análise de rejeição, Jair Bolsonaro aparece 10 pontos percentuais acima do índice do expresidente. Embora não tão importante em disputas de 1º turno, esse nível de rejeição se torna um indicador decisivo para ser monitorado em eventual disputa de segundo turno”, explica Marcelo Souza, diretor Instituto MDA.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: