Em Destaque

Pazuello aparece negociando Coronavac com intermediária pelo triplo do preço

Em vídeo, general aparece prometendo a um grupo de intermediadores a compra de 30 milhões de doses da vacina chinesa Coronavac, por quase o triplo do preço negociado pelo Instituto Butantan

O general e ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello reapareceu no noticiário na manhã desta sexta-feira (16/07/21). Em vídeo divulgado pela Folha de São Paulo, o militar aparece prometendo a um grupo de intermediadores a compra de 30 milhões de doses da vacina chinesa Coronavac, quando ainda ocupava o cargo de ministro. O problema é que o preço oferecido a Pazuello seria quase o triplo do preço negociado pelo Instituto Butantan.

A reunião aconteceu fora da agenda oficial dentro do ministério em 11 de março, quatro dias antes da sua demissão e foi registrada em vídeo pelo próprio Pazuello, que aparece ao lado de quatro pessoas que representariam a World Brands, uma empresa de Santa Catarina que lida com comércio exterior. O vídeo obtido pela Folha já está de posse da CPI Covid no Senado. Ele foi realizado no gabinete do então secretário-executivo da pasta, o coronel da reserva Elcio Franco. Nela, Pazuello relata o que seria o resumo do encontro.

A proposta da World Brands oferece os 30 milhões de doses da vacina do laboratório chinês Sinovac pelo preço unitário de US$ 28 a dose. Dois meses antes da reunião, o governo havia anunciado a aquisição de 100 milhões de doses da Coronavac do Instituto Butatan, pelo preço de US$ 10 a dose.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: