Eleições 2022

Eleições: mulheres receberam 3 vezes menos recursos que os homens

Faltando menos de uma semana para o primeiro turno das eleições gerais de 2022, as candidaturas femininas pelo país ainda não receberam nem metade dos recursos destinados aos homens. É o que mostra a 72 horas, plataforma de educação política que acompanha a distribuição dos recursos de financiamento de campanha declarados pelos candidatos (homens e mulheres).

Até o momento, as mulheres receberam, até a primeira semana de setembro deste ano, quase 3 vezes menos recursos para campanhas do que homens. Há seis dias das eleições, candidatas pretas e indígenas, juntas, receberam menos que 9% do total acumulado de valores repassados para as suas campanhas.

Segundo o levantamento da União Interparlamentar, organização internacional responsável pela análise dos parlamentos mundiais, o Brasil, dentre 192 países, aparece na 142° colocação do ranking de participação de mulheres na política nacional, ocupando apenas 15% das cadeiras da Câmara dos Deputados e 12,4% no Senado Federal. E, apesar da pouca representatividade, a população brasileira é composta por 51,8% de mulheres.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: