Cotidiano

Ruído: os cuidados que você deve ter com a poluição sonora

Nesta quinta-feira (29/04), é celebrado o Dia Internacional da Conscientização sobre o Ruído e a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) faz um alerta acerca dos cuidados preventivos à poluição sonora no ambiente de trabalho.

O diretor-presidente da FVS-AM, Cristiano Fernandes, reforça a necessidade do cuidado com a saúde auditiva entre os trabalhadores que têm contato direto com ruído. “É essencial alertar a população sobre os cuidados com a saúde auditiva, principalmente quem trabalha tendo contato direto com a poluição sonora, que pode causar grande prejuízo para a audição”, afirma Cristiano.

De acordo com a fonoaudióloga do Centro de Referência Estadual de Saúde do Trabalhador (Cerest/FVS), Socorro Soares, além de afetar a audição, outras funções do corpo também podem sofrer os impactos da poluição sonora. “Após um dia exposto a ruídos, a pessoa pode apresentar zumbidos, desconforto e dores auditivas; porém pode sentir, também, o aumento da pressão arterial, insônia, ansiedade, cansaço e baixo rendimento no ambiente de trabalho”, destaca Socorro.

Ainda segundo Socorro, a maioria das doenças causadas por ruídos são silenciosas, levando um tempo para surgir sintomas mais graves. A fonoaudióloga detalha que as enfermidades começam despercebidas, enquanto destroem as células do ouvido, que são generativas, causando perda permanente de audição.

“O mais eficaz é prevenir. No ambiente de trabalho, é indispensável a manutenção frequente de máquinas e equipamentos, para que emitam menos ruídos”, alerta Socorro. Outros cuidados importantes para trabalhadores são: alteração do ritmo do trabalho; pausas durante o serviço, em ambientes silenciosos; além do uso de protetores auditivos.

Sintomas – O ruído é um problema que pode afetar, de forma grave, a audição de diversos profissionais, como construtores civis, técnicos têxteis, metalúrgicos e motoristas. Zumbidos, insônia, perda de audição, contração de músculos, nervosismo, falta de concentração e ansiedade são alguns dos sintomas que podem sinalizar que a saúde está sendo abalada devido a barulhos ao redor.

Prevenção – Alguns dos cuidados básicos indispensáveis com a saúde auditiva são: não ouvir música em volume alto no carro ou quando utilizar fones de ouvido; evitar provocar ruídos intensos em sua vizinhança; e sempre usar protetores auditivos quando estiver exposto à poluição sonora. Para o monitoramento da saúde dos ouvidos, busque um médico otorrinolaringologista ou um fonoaudiólogo

Com informações da Secretaria de Estado da Comunicação (Secom). Foto: USP Imagens

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: