Contexto Opinião

Análise: vilanizar para privatizar a Petrobrás

Há um movimento sincronizado entre o bolsonarismo e os setores mais fisiológicos do Congresso e com apoio declarado de alguns dos maiores conglomerados de mídia do país nas últimas semanas para atacar a Petrobrás. Embora as narrativas sejam um pouco diferentes entre cada um desses setores, a linha de raciocínio principal já está tratada: a Petrobrás é um problema que só será resolvido com a sua privatização.

Mesmo elegendo seis conselheiros e tendo capacidade legal para reverter a política de preços da estatal, o presidente Jair Bolsonaro (PL) adotou uma tática aparentemente suicida: criar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a empresa. Claro que a chance dessa CPI sair é mínima, porque seria munição perfeita para os opositores em época de eleição.

Mas fosse apenas burrice, isso não explicaria por que o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL) vai na mesma direção e agora ameaça abertamente a empresa de investigações. Ora, se tem alguém interessado na reeleição de Bolsonaro e na manutenção do Orçamento Secreto é Lira. E o argumento de que essa posição tem a ver com a disputa em Alagoas com o senador Renam Calheiros (MDB-AL) não se sustenta. Fosse assim, Lira pressionaria pela suspensão do Preço de Paridade Internacional (PPI) da empresa, única coisa que, de fato, pode baixar o preço dos combustíveis no Brasil.

A hipótese mais plausível parece ser o aprofundamento do que foi a Operação Lava Jato: colocar a Petrobrás no centro de polêmicas e escândalos para forçar uma justificativa para privatizá-la. Com tantas denúncias e indiciamentos entre 2014 e 2018, o bolsonarismo e setores liberais da mídia e empresariado começaram a veicular a ideia de que deixar a empresa sob domínio privado acabaria com os problemas, o que obviamente não se sustenta.

Então essa CPI pode não ser tão ilógica assim. Principalmente se tiver na sua composição e relatoria parlamentares bolsonaristas, mestres na arte de mentir e manipular a opinião pública. Se em minoria eles conseguiram atrapalhar muito os trabalhos da CPI da Pandemia no Senado, que dirá como maioria, tendo palanque inclusive nos noticiários da TV e internet?

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: