Amazônia Eleições 2022

Como ficou a disputa para o governo e o senado no Amazonas

O Amazonas terá segundo turno para escolha do governador do estado no dia 30 de outubro. O atual governador Wilson Lima (União Brasil terminou o primeiro turno com 42,63% dos votos válidos, seguido de Eduardo Braga (MDB), com 20,90%. Até a totalização de 80% das urnas, o ex-governador Amazonino Mendes (Cidadania) ocupava a segunda colocação, mas foi ultrapassado por Braga.

Aos 46 anos, Wilson Lima é o atual governador e candidato à reeleição. Ele é formado em jornalismo e natural de Santarém (PA). Foi repórter, radialista e apresentador do programa Alô Amazonas. O vice-governador na chapa é Tadeu de Souza (Avante), 50 anos.

Eduardo Braga, de 61 anos, exerce o cargo de senador pelo segundo mandato consecutivo, já foi governador do Amazonas em duas ocasiões e prefeito de Manaus. Também foi eleito deputado estadual e deputado federal. O candidato foi ainda titular do Ministério de Minas e Energia. Ele tem como vice a secretária nacional de Mulheres do PT, Anne Moura.

Senado

Em uma virada histórica de 34.014 votos, o Senador Omar Aziz (PSD) venceu a disputa pela única vaga do Amazonas e foi reeleito para novo mandato. Com 769.451 votos, ele ultrapassou o bolsonarista Coronel Menezes (Patriota), que ficou com 735.437 votos.

Aziz concorreu pela coligação Em Defesa da Vida, tendo apoio do PT, MDB, PCdoB e PV. Sua primeira suplente é Cheila Moreira (PT). O segundo suplente, João Pedro (PT). Com 64 anos, é filho de pai palestino com mãe descendente de italianos. É formado em engenharia civil. Foi vereador, deputado estadual, vice-prefeito de Manaus e vice-governador do Amazonas. Em 2010 elegeu-se governador. Quatro anos depois, elegeu-se senador.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: