Amazonas

Vereador aciona Justiça para impedir festa de réveillon milionária em Manaus

O vereador Rodrigo Guedes (PSC) entrou com uma Ação Popular com pedido de liminar na Justiça do Amazonas para impedir a realização do Réveillon de Manaus, que terá o show do cantor Luan Santana, promovido pela Prefeitura Municipal de Manaus. Na Ação, Guedes explicou que o valor pago pelo show do cantor nacional, R$ 600 mil, é praticamente o dobro do que é geralmente pago e questionou o motivo disso.

“Não só a cidade de Manaus, como o mundo todo, vem sofrendo ao longo de mais de um ano com os efeitos devastadores causados pela pandemia. Precisamos resguardar a população e garantir que esse dinheiro seja investido onde realmente precisa. Além disso, Manaus está abandonada e certamente gastar R$ 10 milhões em uma festa de Reveillon não é investir o dinheiro público de forma adequada”, ressaltou o parlamentar.

Guedes destacou ainda que além das festas colocarem em risco sanitário os cidadãos, mesmo que vacinados, a falta de transparência é ilegal e imoral e prejudicial a população, que precisa saber como o dinheiro público está sendo investido.

“A Prefeitura de Manaus tem obrigação de agir com transparência, o que não tem acontecido, e nesse caso dos eventos é necessário respaldar tamanho investimento do dinheiro público com justificativas plausíveis, para que ações como essas não reverbere negativamente e venham ser utilizadas como exemplo negativo de uma má administração e gastos desnecessários que configuram o conhecido “pão e circo”, só que dessa vez só o “circo” está sendo fornecido ao contribuinte. Essa farra com o dinheiro público precisa acabar”, disse.

Com informações da assessoria de imprensa do parlamentar

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: