Amazonas

Tudo sobre o mutirão de segunda dose de vacinação contra a Covid-19 em Manaus

Mobilização de 33 horas vai vacinar população a partir de 40 anos que tomou a primeira dose até 28 de junho

O Governo do Amazonas realiza, neste sábado e domingo (28 e 29/08), em parceria com a Prefeitura de Manaus, mais um grande mutirão da campanha Vacina Amazonas contra a Covid-19 na capital, desta vez para a aplicação de segunda dose em pessoas com 40 anos ou mais que tomaram a primeira dose até 28 de junho.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde de Manaus (Semsa), a maioria do público previsto para esse mutirão vai ser de 40 anos porque coincide com a época em que foi aberta a vacinação para esse pessoal, mas não vai haver restrição de idade. Por isso a secretaria preferiu adotar o prazo do imunizante e não a data ou a idade da população. A ideia, segundo a Semsa, é não excluir ninguém. Quem estiver dentro desses prazos, independentemente da idade, poderá se vacinar com a segunda dose.

No total, 109 postos de vacinação distribuídos entre a Arena da Amazônia, Sambódromo e Centro de Convenções Vasco Vasques, na zona centro-sul, vão funcionar sem intervalos das 9h de sábado às 18h de domingo, no grande viradão para acelerar a imunização completa desse público. Os demais pontos de vacinação da Prefeitura de Manaus também vão funcionar no horário habitual, no sábado. O objetivo deste mutirão é antecipar a aplicação da segunda dose na população a partir de 40 anos.

Cerca de 150 mil doses da vacina AstraZeneca foram disponibilizadas pela FVS-RCP para esta edição do Vacina Amazonas. Para receber a vacina é obrigatória a apresentação de documento de identidade original com foto, CPF e o cartão de vacinação com o registro da primeira dose.

Estrutura

Durante 33 horas, os 109 postos de vacinação montados pelo Governo do Amazonas no Sambódromo, na Arena da Amazônia e no Centro de Convenções Vasco Vasques estarão abertos para receber e vacinar com a segunda dose o público-alvo deste mutirão. Aproximadamente 1.300 servidores atuarão por turno, de 12 horas, na operacionalização do mutirão Vacina Amazonas.

Na Arena e no Sambódromo serão 30 e 28 postos, respectivamente, operando na modalidade drive-thru. No Vasco Vasques a estrutura é de 51 pontos, na primeira etapa do centro de convenções, para atendimento de pedestres.

Fluxo no complexo

O acesso dos carros à área de vacinação da Arena da Amazônia será pela rua Lóris Cordovil e rua Jornalista Flaviano Limongi (via entre a Arena da Amazônia e o Sambódromo) com saída pela avenida Constantino Nery.

Em relação ao Sambódromo, a entrada dos veículos será pela Avenida do Samba e também pela Avenida Coronel Pedro Teixeira. No Vasco Vasques a entrada de pedestres será pela avenida Coronel Pedro Teixeira. No sábado, os portões dos três locais serão abertos para acesso da população às 9h.

Cerca de 1.300 servidores públicos do Estado atuarão na operacionalização do mutirão. São vacinadores, registradores e profissionais que fazem a triagem, além do apoio e responsáveis por indicar o caminho para pedestres, veículos no drive-thru e balizadores.

Imuniza

A Semsa orienta a quem vai tomar a primeira dose, que faça o cadastro prévio no Imuniza Manaus, para facilitar o atendimento no ponto de vacinação, uma vez que os dados já estarão inseridos no sistema. Além disso, a plataforma também deve ser acessada para consultar informações sobre a data da segunda dose da vacina, pelo link https://imuniza.manaus.am.gov.br.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: