Amazonas

Quatro parlamentares do Amazonas aparecem na lista do Orçamento Secreto

Atualizada às 17h20

Reportagem deste domingo (19/12/21) do jornal O Globo mostrou que quatro parlamentares do Amazonas no Congresso Nacional aparecem na lista do Orçamento Secreto do governo Bolsonaro. São eles: os deputados federais Delegado Pablo (PSL) e Sidney Leite (PSD), além dos senadores Omar Aziz (PSD) e Eduardo Braga (MDB). Esses últimos compuseram a CPI da Pandemia no Senado.

Aziz recebeu a maior parcela dos parlamentares do Amazonas, com R$ 51.400.00,00 em emendas, seguido do outro senador do estado, Eduardo Braga, com R$ 41.000.000,00. Entre os deputados, Sidney Leite ficou com R$ 7.000.000,00. Curiosamente, o mais bolsonarista desse grupo, Delegado Pablo, ficou com o menor valor: R$ 1.500.000,00. Vale lembrar que outros parlamentares podem ter recebido dinheiro para emendas, mas ainda não terem descobertos no critério usado pelo jornal.

O jornal mapeou 290 deputados e senadores – em sua maioria, próximos ao Palácio do Planalto – que, sem transparência, distribuíram recursos pelo país através das chamadas Emendas de Relator, conhecidas como RP-9. Os valores rastreados foram empenhados em 2020 e 2021 e chegam a R $ 3,2 bilhões, uma amostra dos R $ 36 bilhões que compuseram as emendas de relator no período.

Os autores da matéria cruzaram dados do Ministério do Desenvolvimento Regional, documentos da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf), registros de convênios, informações da Plataforma + Brasil, notas divulgadas por prefeituras, notificações e publicações nas redes sociais com os próprios parlamentares anunciando as liberações de recursos. Nenhum deles se manifestou a respeito do conteúdo da reportagem até o momento.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: