Amazônia

Proposta de Paulo Guedes sobre IPI ameaça o Amazonas, afirma ex-prefeito de Manaus

O deputado estadual, economista e ex-prefeito de Manaus, Serafim Corrêa (PSB) afirmou na manhã desta quarta-feira (23/02/2022), que a proposta do ministro da Economia, Paulo Guedes de reduzir em 25% a alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) coloca em sério risco a economia do Amazonas.

Isso porque, segundo ele, metade do que é arrecadado com esse imposto é dividido entre estados e municípios. “Em primeiro lugar, o ministro está enganando estados e municípios e eu quero alertar o governador do Amazonas e os 62 prefeitos, porque o IPI, por exemplo, de mil reais, R$ 250 é dividido entre os municípios e os outros R$ 250 pelos estados. Ou seja, ele está fazendo caridade com o chapéu alheio. Eu acho que ele pensa que os governadores e prefeitos são bobos, são lesos”, disse o parlamentar durante discurso na sessão plenária da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam).

Para o líder do PSB na casa, se Guedes fosse sério e honesto, reduziria a alíquota de Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (COFINS), que é destinada integralmente para o Governo Federal. “Aí ele estaria fazendo caridade com o chapéu dele. Outro ponto é que ele diz que está fazendo isso para diminuir a inflação, mas a inflação está alta não por causa disso. A inflação está alta exatamente pelo descontrole das contas públicas. E como ele não indica, desobedecendo o que diz a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), de onde virão os recursos para cobrir a queda da arrecadação, ele estará aumentando o rombo nas contas públicas do governo federal, dos estados e dos municípios”, avaliou o deputado.

A redução de 25% na alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) também pode tirar indústrias do Amazonas. “O que ele está fazendo é um ‘mise en scène’ (encenação) e, por tabela, ele aproveita para dar vazão a seu fetiche de atacar a ZFM, porque, quando ele diminui linearmente o IPI, ele está diminuindo também dos produtos fabricados na Zona Franca de Manaus e , assim, as vantagens comparativas que temos – e que atraíram investimento para cá – vão para o espaço e, se houver perda de competitividade, as empresas que estão aqui, vão sair”, disse.

Guedes disse que a redução do IPI tem apoio do presidente Jair Bolsonaro, de Arthur Lira (PP/AL), presidente da Câmara dos Deputados e do ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira (PP/PI). Segundo o ministro, esta é uma oportunidade de reindustrializar o Brasil, que sofreu nas últimas décadas com impostos, juros e encargos tributários altos. 

O que é IPI

O IPI é um imposto que incide sobre os produtos industrializados, como geladeira, fogão, microondas, televisão, celular e computador. Apesar de ser arrecadado pela União, o imposto é partilhado com estados e municípios. Logo, a redução do IPI e possível queda de arrecadação pode encontrar resistência de governadores e prefeitos. 

Com informações do Brasil 61 e da assessoria de imprensa do deputado Serafim Corrêa

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: