Amazonas

Privatizados, serviços de água e energia no Amazonas devem ser alvo de CPI’s

Alvos constantes de reclamação por conta da baixa qualidade, os serviços de fornecimento de água e energia de Manaus devem ser alvos de Comissões Parlamentares de Inquérito nos próximos meses. Nesta terça-feira (31/08/21) parlamentares tanto da Câmara Municipal de Manaus quanto da Assembleia Legislativa do Amazonas assinaram requerimentos pedindo a instalação de comissões para apurar os motivos de tantos problemas.

Na CMM, os vereadores Rodrigo Guedes (PSC) e Sassá da Construção Civil (PT) apresentaram um requerimento legislativo que propõe a abertura de uma CPI para investigar denúncias de irregularidades nos serviços prestados pela concessionária Águas de Manaus. A proposta pontua pelo menos sete problemas causados pela empresa.

“Além desse pedido de reajuste de 24,5% que a empresa está requerendo da Prefeitura de Manaus, nós temos uma série de problemas, ações e falta de ações, que prejudicam toda a cidade. Nós temos a cobrança da taxa de esgoto de 100% em vários bairros de Manaus, sem que o serviço seja devidamente prestado, sem que haja coleta e tratamento de esgoto. E temos inúmeros rompimentos de adutora, falta de água diariamente em vários pontos da cidade. Inclusive nos finais de semana falta água em vários bairros. Não dá mais para continuar assim”, disse o vereador Rodrigo Guedes.

Entre os prejuízos causados à população pela concessionária apresentados no requerimento, estão a cobrança de fatura mensal de residências sem o consumo e a ausência de relatório de cumprimento de metas por parte da empresa. Além dos propositores, assinaram a proposta conjunta os vereadores: Caio André (PSC), Carpê Andrade (Republicanos), Daniel Vasconcelos (PSC), Elan Alencar (Pros), Ivo Neto (Patriotas), Raiff Matos (DC), Thaysa Lippy (Progressistas), Yomara Lins (PRTB) e William Alemão (Cidadania).

Amazonas Energia

As constantes interrupções no serviço de energia, o valor da tarifa e a dubiedade da qualidade dos serviços e manutenção da rede elétrica, prestada pela empresa Amazonas Distribuidora de Energia S.A. no estado levaram os deputados a autorizarem a criação de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), apresentada pelo deputado Sinésio Campos (PT), para apurar o destino dos recursos públicos recebidos e planejamento de serviços por parte da concessionária. A decisão, pela instalação da CPI, aconteceu durante os debates da Sessão Ordinária, também nesta terça, na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam).

Em seu discurso, o presidente Roberto Cidade (PV) afirmou que a instalação da Comissão Parlamentar acontecerá nesta quarta-feira (01/09/21), permitindo assim que demais deputados que desejem subscrever a proposta, tenham tempo hábil para tal. “Temos as oito assinaturas. Precisamos dar respostas à população, que sofre com a ineficiência da prestação de serviços desta empresa”, enfatizou.

1 comentário

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: