Amazonas

PF prende suspeito de ordenar incêndio em aeronaves do Ibama no Amazonas

A Polícia Federal deflagrou, no início da tarde desta quarta-feira (02/02/2022), a Operação Acauã. Nela, está sendo apurado o objetivo do incêndio de dois helicópteros a serviço do Ibama, ocorrido no último dia 24 de janeiro, no Aeroclube do Amazonas. Foram cumpridos um mandado de prisão e um de busca e apreensão, em Goiânia-GO, onde foi preso o suspeito de ser o mandante do crime, que teria ligações com o garimpo ilegal no interior do estado de Roraima.

O empresário identificado como Aparecido Naves Júnior, de 35 anos foi preso e se juntou a outras cinco pessoas envolvidas no crime. Os outros presos são o motorista, suspeito de ter levado e retirado os executores da cena do crime; dois suspeitos de incendiar as aeronaves e dois suspeitos de intermediar o agenciamento dos executores e repassar o pagamento pelos crimes.

Após a confissão, três envolvidos reconheceram o suposto autor intelectual do crime, apontado como envolvido em atividades de garimpo ilegal em Roraima-RR, e alvo das medidas cumpridas nesta quarta-feira em Goiânia. Segundo a investigação, a ação criminosa teria como motivo principal frear as ações de fiscalização e repressão ao garimpo ilegal desenvolvidas no Estado de Roraima no ano de 2021, sendo o ato criminoso uma represália às operações conjuntas feitas pela Polícia Federal e Ibama, e que contaram com o emprego direto das aeronaves objeto dos crimes.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: