Amazonas

Mesmo aumentando número de prisões, Amazonas vê crescimento de mortes violentas

O Amazonas teve crescimento de 8% no número de pessoas presas por envolvimento com a criminalidade em 2021. A medida, no entanto não deixou a população mais segura, uma vez que também foi registrado aumento de crimes violentos no mesmo período

De acordo com dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), o Amazonas fechou 2021 com um crescimento no número de pessoas presas por envolvimento com a criminalidade. Foram 9.693 prisões, um crescimento de 8% na comparação entre janeiro e dezembro do ano anterior. A medida, no entanto não trouxe mais segurança para a população, uma vez que o estado também registrou o maior aumento do país no número de crimes violentos em 2021.

Os números apontam que, por dia, a Polícia Militar e a Polícia Civil do Amazonas efetuaram uma média de 27 prisões de criminosos, grande parte deles envolvidos com o tráfico de drogas. Só esse delito representou 31,3% das detenções efetuadas em 2021, que somaram 3.123 traficantes colocados à disposição do Poder Judiciário estadual.

Em janeiro deste ano, a SSP-AM divulgou que o número de prisões em 2021 no Amazonas foi de 8.056. O número aumentou, conforme os dados do Centro Integrado de Estatística da Segurança Pública (Ciesp). A quantidade de prisões, armas e drogas são atualizadas à medida que os laudos de dezembro de 2021 são finalizados.

No entanto, segundo o Monitor da Violência, uma parceria entre o G1, o Núcleo de Estudos da Violência da USP e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, o Amazonas registrou 1.571 crimes violentos, 54% a mais do que em 2021. O dado mais curioso é que o país teve o menor número desde 2007, ano em que o Fórum Brasileiro de Segurança Pública passou a coletar os dados. O número de assassinatos no Brasil caiu 7% em 2021 na comparação com o ano anterior.

Outro indicador também confirmou essa tendência. Todas as Unidades da Federação brasileira apresentaram queda da taxa de homicídios entre 2018 e 2019. A única exceção foi o Amazonas que apresentou aumento de 1,6%. É o que mostrou os dados do Atlas da Violência, divulgado em agosto de 2021. A publicação foi elaborada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública em parceria com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e o Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN).

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: