Amazonas

Mais de 4 mil armas foram extraviadas de empresas de segurança do Amazonas desde 2017

Segundo levantamento da agência de dados @_fiquemsabendo, de 2017 para cá, 4.329 armas foram "extraviadas" de empresas de segurança privada no estado do Amazonas. O paradeiro desse arsenal é desconhecido

De 2017 para cá, 4.329 armas foram “extraviadas” de empresas de segurança privada no estado do Amazonas. Os dados foram obtidos pela agência de dados Fiquem Sabendo, especializada no acesso a informações públicas, por meio da Lei de Acesso à Informação. Em todo o país, já foram pelo menos 12.555 armas que saíram do controle dessas empresas e estão circulando sem qualquer fiscalização.

Até 24 de agosto deste ano, a Polícia Federal já registrou 692 casos de roubo, furto e perda de armas de fogo que pertenciam a empresas do setor. Quase um terço das ocorrências de 2021 foi no estado de São Paulo. A Polícia Federal aponta que existem atualmente 3.603 empresas de segurança no Brasil – sendo que 40% delas estão na região Sudeste do país.

O Amazonas ocupa a segunda posição na Região Norte, perdendo apenas para o Pará, que contabiliza 7.929 armas extraviadas de empresas de segurança. Desse arsenal, foram 3.638 revólveres calibre 38, 450 espingardas calibre 12, 219 pistolas .380, 21 carabinas calibre 38 e um revólver calibre 32.

Nessa série histórica, 2017 foi o ano com a maior quantidade de ocorrências, com 4.430 casos. De lá para cá, os números vêm caindo ano a ano. Em 2020, houve uma redução de cerca de 62% nos registros de roubo, furto e perda de armas de fogo em comparação a 2017.

Segundo a PF, atualmente as empresas de segurança privada possuem um arsenal de 246.511 armas de fogo em todo o Brasil. O estado de São Paulo é a unidade da federação que concentra o maior número delas, com 59.086 armas.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: