Amazonas

Justiça derruba liminar e mantém reajuste do Cotão da Câmara Municipal de Manaus

O desembargador Paulo César Caminha e Lima revogou nesta sexta-feira (29/04/2022) os efeitos da decisão da juíza Etelvina Lobo, que suspendia o reajuste de 83% da Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (CEAP), o Cotão, da Câmara Municipal de Manaus.

A medida veio após novo parecer do Ministério Público do Estado sobre o assunto. O magistrado afirmou em sua decisão que caso o Cotão “não aumente a CMM sofrerá danos irreparáveis”. O reajuste, que estava suspenso desde fevereiro deste ano, já passa a valer.

O vereador Rodrigo Guedes (Republicanos), que moveu ação para barrar o reajusta juntamente com o também vereador Amon Mendel (Solidariedade) garantiu que vai recorrer a decisão. “Convoco novamente a população a dizer não ao aumento. A partir desse momento declaro guerra contra a Câmara Municipal a favor da população, pois o aumento desrespeita a população que sofre com preços abusivos de alimentos, combustível e até medicamentos e não possuem aumentos de salários. O aumento de 83% do Cotão é absurdo e acima de tudo imoral”, declarou.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: