Amazonas

Governo Bolsonaro planeja cobrar pedágio nos rios do Amazonas

O deputado Dermilson Chagas (Podemos) afirmou nesta terça-feira (22/02/2022) que o Governo Federal planeja adotar pedágio nos rios do Amazonas, mais especificamente no rio Madeira. O parlamentar fez essa revelação ao confirmar presença no Fórum Brasileiro de Transporte Aquaviário, que será realizado nesta quinta-feira (24/2), a partir das 13h30, no auditório Belarmino Lins, da Assembleia Legislativa do Estado (Aleam).

O evento será promovido pela Federação Nacional das Empresas de Navegação Aquaviária (Fenavega), em parceria com a Confederação Nacional dos Transportes (CNT) e o Sindicato das Empresas de Navegação no Estado do Amazonas (Sindarma). O deputado disse que um dos projetos que serão apresentados é a proposta que o Governo Federal quer adotar para o Amazonas, especificamente para o rio Madeira, para o qual há a ideia de se cobrar pedágio.

“Se for cobrar pedágio, o produto que abastece todo o rio Madeira vai encarecer para a nossa população?”, questionou o parlamentar. “Isso vai trazer mais custo, vão pagar pedágio para navegar no rio. Essa vai ser uma das questões que serão discutidas nesse evento, no qual vamos ter a oportunidade de debater e descobrir se isso será benéfico ou não para o nosso povo. São 200 mil pessoas que vão ter esse impacto com a política do Governo Federal no transporte de mercadorias no rio Madeira”, comentou.

Com informações da assessoria de imprensa do deputado Dermilson Chagas

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: