Amazônia

Gastos com segurança diminuem no Amazonas entre 2020 e 2021

Apesar de diversos anúncios de gastos do governo na área de segurança, o total de recursos do Amazonas para a área caiu entre 2020 e 2021

Apesar de diversos anúncios do governo do Amazonas de gastos na área de segurança pública, o total de recursos do estado para a área caiu entre 2020 e 2021. É o que mostram dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgado no último dia 28. Os gastos com policiamento, por exemplo, passaram de R$ 15.225.175,68 para R$ 14.660.489,63, redução de 3,7%. Os gastos com informação e inteligência foram os que mais diminuíram: -61%, passando de R$ 265.414,09 para R$ 102.000,00.

Outro dado envolvendo segurança pública mostra que há um número exagerado de policiais deslocados da sua função e cedidos para outros órgãos e instituições de estado. Ao todo, 905 policiais, entre praças e oficiais, atuam fora da sua função administrativa.

Se a média nacional na relação entre policiais militares cedidos é da ordem de 2,2 pessoas, no Amazonas e Sergipe, cerca de 10% do efetivo está mobilizado com proteção de autoridades e não está fazendo patrulhamento ostensivo tal como previsto na Constituição Federal. Destes, mais de 24% do efetivo é composto de oficiais, num indicativo de que a corporação julga politicamente importante alocar pessoas em outros órgãos e poderes.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: