Amazonas

Festas clandestinas reunem mais de mil pessoas em Manaus no sábado

Três festas clandestinas foram fechadas após a chegada dos agentes da Central Integrada de Fiscalização (CIF) na noite de sábado (08/05), nas zonas centro-sul e norte de Manaus. Ao todo, mais de mil pessoas foram flagradas nos locais.

Em uma das festas, denominada “B-day pelo Fluxo”, dois homens, sendo o responsável pela banda e o chefe de segurança, foram detidos e levados para delegacia para os procedimentos cabíveis. Além das festas, mais três estabelecimentos, que estavam promovendo aglomeração e não tinham documentação para funcionar como restaurante foram interditados.

Ao todo, 13 locais foram vistoriados pelos agentes de fiscalização e dois foram notificados por apresentar irregularidades. Participaram da CIF policiais civis, militares, Corpo de Bombeiros Militar, Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), Procon e Visa Manaus.

De acordo com o fiscal da FVS, Antônio Júnior, aglomeração e desrespeito às normas de combate à Covid-19 foram constatados durante as fiscalizações de sábado. “Nós interditamos três estabelecimentos, um foi o ‘A Firma’, outro era ‘Lanche do Jacaré’ e o terceiro, um lava-jato que tinha denúncias feitas pelo 190. Nós também cancelamos três festas clandestinas. Uma delas, no Parque das Laranjeiras, tinha, aproximadamente, 300 pessoas”, informou.

Sobre as interdições dos bares, o fiscal afirmou que os procedimentos foram adotados pela ausência de Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) e por promover aglomeração.

Com informações da Secretaria de Estado da Comunicação (Secom). Foto: Divulgação/SSP-AM

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: