Amazonas

Em 10 anos, participação da receita do Amazonas diminui na Região Norte

Os dados da Pesquisa Anual do Comércio (PAC) 2019, divulgada nesta quinta-feira (29/07/21), pelo IBGE, mostram que a receita bruta de revenda do Amazonas perdeu 6,9 pontos percentuais de participação na Região Norte, em dez anos, partindo de 31,7% de participação, em 2010, para 24,8%, em 2019.

Mas, apesar disso, nesse período, no Estado, o pessoal ocupado em atividades comerciais aumentou 12,1%, passando de 77,4 mil, em 2010, para 88,1 mil, em 2019; e o número de unidades locais de empresas comerciais cresceu 3,5%, indo de 8,1 mil, em 2010, para 8,4 mil, em 2019.

Em 2019, frente a 2018, o Amazonas empregou 1.571 pessoas a mais (partindo de 86.580, em 2018, para 88.151 pessoas ocupadas, em 2019), ou seja, crescimento de 1,8% em um ano. No entanto, nesse período, o número de unidades locais caiu de 9.092 para 8.422; o que representa 7,4% de perda em um ano.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: