Amazonas

Eleições 2022: Lula e Amazonino lideram pesquisa no Amazonas

A Perspectiva Mercado e Opinião lançou nesta terça-feira (31/05/2022) uma nova pesquisa sobre intenção de votos para presidente, governdor e senador no Amazonas nas eleições gerais de outubro deste ano. Os números mostram equilíbrio entre os principais candidatos e diferença entre primeiro e segundo turno, tanto para a presidência da República quanto para o governo do Estado.

A pesquisa ouviu 3.000 pessoas totalmente por telefone entre os dias 18 e 25 de maio deste ano, sendo 52% feminino e 48% masculino. Destas, 1.667 moram em Manaus e as demais no interior. A margem de erro da pesquisa é de 2% para mais e para menos.

Governo

Para governador, o ex-prefeito de Manaus, Amazonino Mendes (Cidadania) lidera a pesquisa estimulada (quando são apresentados os nomes dos candidatos ao entrevistado) com 29% das intenções de voto contra 26% do atual governador, Wilson Lima (União Brasil). Na pesquisa espontânea (quando é o entrevistado quem deve manifestar a intenção de voto), por sua vez, Lima vence Amazonino por 13% a 12%.

A desvantagem para Wilson Lima é que ele lidera no quesito rejeição, com 27%. O senador Eduardo Braga (MDB) aparece em terceiro nos dois cenários. No segundo turno, Amazonino lidera contra os dois candidatos, vencendo Lima por 45% a 37% e Braga por 46% a 31%. Entre Lima e Braga, o atual governador venceria por 39% a 36%.

Senado

Para o Senado, a disputa é muito mais equilibrada. O atual ocupante de uma vaga do Amazonas no parlamento, Omar Aziz (PSD) aparece tecnicamente empatado com o ex-prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB) tanto na pesquisa estimulada quanto na espontânea. Na primeira, ambos aparecem com 20% das intenções de voto, enquanto na segunda Omar conta com 6% contra 5% de Arthur.

Presidência

A pesquisa mostrou crescimento do atual presidente Jair Bolsonaro (PL) entre os eleitores amazonenses. Se na última pesquisa espontânea, em março, ele tinha 27% das intenções de voto no primeiro turno, agora aparece com 31%, contra 25% do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, que também cresceu, pois tinha 23% em março. Na estimulada, por sua vez, ambos estão tecnicamente empatados: 38% para o atual presidente contra 37% contra o ex.

Na projeção para o segundo turno, por outro lado, Lula aparece em primeiro com 44% das inteções de voto contra 41% de Bolsonaro. O atual presidente lidera na capital com o placar de 43% a 32% e o petista lidera no interior, com 49% a 28%. Brancos e nulos somam até aqui 12%. O ex-governador do Ceará, Ciro Gomes (PDT) aparece em terceiro em ambos os cenários com 6%. Os outros candidatos não somam 5%.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: