Amazonas Em Destaque

Eleições 2022: Bolsonaro, Amazonino e Omar lideram primeira pesquisa no Amazonas

A Perspectiva Mercado e Opinião lançou nesta segunda-feira (27/12/21) a primeira pesquisa com intenção de votos do eleitor do Amazonas para as eleições gerais de 2022. Nela, o presidente Jair Bolsonaro (PL), o ex-governador Amazonino Mendes (Sem Partido) e o senador Omar Aziz (PSD) aparecem liderando as principais disputas, para presidente, governador e senador, respectivamente.

Governo

Embora ainda haja indefinição sobre os candidatos ao governo do estado, o cenário atual é desfavorável ao atual governador Wilson Lima (PSC), que só aparece em terceiro na disputa pela reeleição, com 17% das intenções de voto. O ex-governador Amazonino Mendes lidera a disputa com 28,5%, seguido do senador Eduardo Braga (MDB) com 20,2%.

O deputado estadual Ricardo Nicolau (PSD aparece em quarto com 8,9% e a ex-secretária de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) vem logo em seguida com 3,2%. Cerca de 6,3% dos entrevistados não souberam responder e 16% não gostou de nenhum nome apresentado.

A gestão do governador Wilson Lima foi reprovada pelos entrevistados. Do total, 42,4% reprovou o governo, sendo que 31% destes o considerou péssimo e apenas 22% aprovou, mas apenas 5,6% o considerou ótimo, enquanto 1,4% não soube responder.

Senado

A disputa pela vaga ao Senado pelo Amazonas aparece bem mais disputada. O atual senador e ex-presidente da CPI da Pandemia, Omar Aziz (PSD) lidera com 20% das intenções de voto, seguido pelo ex-prefeito de Manaus, Arthur Virgílio (PSDB). O bolsonarista Coronel Menezes (Patriota) aparece em terceiro com 15%.

Os outros candidatos citados na pesquisa foram Chico Preto (Avante), com 8,9%, Luís Castro (Sem Partido), com 6,1% e Henrique Oliveira (PROS), com 4,2%. Cerca de 7,1% dos entrevistados não souberam responder e 20,5% não gostou de nenhum nome apresentado.

Presidente

O atual presidente Jair Bolsonaro (PL) lidera a disputa para presidente da República com 36% das intenções de voto, seguido do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT), que tem 33%. O ex-ministro da justiça Sérgio Moro (Podemos) vem logo em seguida com 8,4%.

O ex-governador do Ceará Ciro Gomes tem 4,1%, seguido do o governador de São Paulo João Dória (PSDB), com 1,7%. Outros candidados, como os senadores Rodrigo Pacheco (PSD), Alessandro Vieira (Cidadania) e Simone Tebet (MDB-MT), além do candidato José Maria Eymael (DC) não chegam a 1%.

Nos cenários simulados para o segundo turno, Bolsonaro está tecnicamente empatado com Lula. O atual presidente possui 41,3% das intenções de voto contra 40,4% do petista, dentro da margem de erro da pesquisa. Em outra situação, Lula venceria com boa margem o terceiro colocado, o ex-ministro Sérgio Moro, por 39,6% contra 30,5% dos votos.

A administração do governo Bolsonaro foi aprovada 37,4% dos entrevistados e reprovada por 35,8%. No entanto, dentro dessa avaliação, a maioria considerou a gestão do presidente péssima: cerca de 27% e apenas 16% a considerou ótima.

Sobre a pesquisa

Foram ouvidos 3.600 eleitores de Manaus e dos 20 maiores colégios eleitorais do estado, sendo 1990 em Manaus e 1610 no interior do estado. A margem de erro máxima para o total da amostra é de 2,0%, para mais ou para menos, com um grau de confiabilidade de 95%. Isso significa que se fossem feitas 100 (cem) entrevistas com a mesma metodologia, 95 (noventa e cinco) estariam dentro da margem de erro prevista. A pesquisa foi feita de 14 a 22 de Dezembro de 2021.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: