Amazonas Covid-19

Covid-19: mais de 37 mil pessoas precisaram de reabilitação respiratória no Amazonas

A pandemia da Covid-19 causou um rastro de morte e graves sequelas na população do Amazonas. E mesmo ainda sem previsão de fim, já é possível ter uma ideia do tamanho do estrago apenas observando a quantidade de pacientes que precisaram de reabilitação respiratória na rede pública nos últimos meses em todo estado: 37.500.

Criado para atender pacientes que precisam de reabilitação por conta da Covid-19, o programa RespirAR realizou nesta terça-feira (29/12/21), na sala de mídia da Arena da Amazônia Vivaldo Lima, a primeira reunião anual com todos os seus colaboradores.

O projeto, desenvolvido por equipes de profissionais multidisciplinares que oferecem serviços gratuitos de sessões de fisioterapia, atividade física orientada e assistência psicológica, realizou em quatro meses mais de 37.500 atendimentos, somadas as dez unidades de atendimento do RespirAR espalhadas pela capital amazonense.

Desde o início da pandemia, a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP) totalizou 433.454 casos oficiais da doença no estado, além de 13.832 o total de mortes. Só em Manaus foram 206.246 e 9.512 óbitos confirmados.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: