Amazonas

Transmissão comunitária é confirmada e casos do novo coronavírus no Amazonas chegam a 111

O Amazonas tem mais 30 novos casos do novo coronavírus (covid-19), totalizando 111 confirmados. A atualização dos números foi feita via redes sociais no início da tarde deste sábado (28) pela diretora-presidente da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), Rosemary Pinto.

Dos 111 pacientes infectados, 105 são de Manaus, 2 são de Parintins (distante 365 km de Manaus), 2 são de Manacapuru (distante 103 km de Manaus), um de Santo Antônio do Içá (distante 880 km da capital) e outro em Boca do Acre (distante 1,026.73 km de Manaus).

Dos pacientes infectados, 12 estão internados. Desses, 10 estão internados em unidades privadas, sendo 3 em Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). Outros 2 pacientes estão internados na rede pública, no Hospita Delphina Aziz, zona Norte de Manaus, sendo 2 em UTI. Esses dois últimos estão usando a cloroquina em caráter experimental.

Há ainda 121 casos em investigação como possíveis infectados. Os casos internados na rede pública já estão em protocolo de testes da cloroquina, medicamento que está sendo observado no tratamento da doença.

O Amazonas registrou no último dia 24, a primeira morte decorrente de complicações causadas pelo convid-19. O paciente era um homem de 49 anos, proveniente do município de Parintins, que morreu no Hospital e Pronto Socorro (HPS) Delphina Aziz, na zona norte de Manaus. Ele foi internado no último dia 21.

O paciente de 46 anos que estava internado no Hospital e Pronto-Socorro Delphina Abdel Aziz e que faleceu nesta sexta-feira (27/03) não estava com o novo coronavírus. O teste do Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) realizou a coleta de amostras biológicas deu negativo.

Transmissão comunitária

Os novos casos confirmaram a chamada transmissão comunitária no Amazonas, quando pacientes infectados contaminam outros moradores locais. A partir de agora, as autoridades de saúde não podem mais detectar a origem das contaminações.

Em virtude do novo quadro, a diretora-presidente da FVS-AM reforçou o pedido para que a população permaneça em casa. “As pessoas devem sair de casa apenas para comprar gêneros alimentícios, medicamentos e em situações de extrema necessidade. Nesse caso, apenas uma pessoa da família deve fazer o deslocamento por vez”, alertou.

Fake News

Rosemary Pinto aproveitou a coletiva para desmentir uma série de fake news sendo disseminadas por portais e blogs da cidade, dando conta de que havia deslocamento de pacientes infectados para o Hospital 28 de Agosto, no bairro Adrianópolis, na zona Centro-Sul de Manaus e para a maternidade Chapot Prévost, no bairro Colônia Antônio Aleixo, na zona leste de Manaus.

Foto: Rodrigo Santos / Secom

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: