Amazonas

CGU: Amazonas tinha 229 obras com recursos federais paralisadas ao fim de 2019

Um total de 229 obras com recursos federais estavam paralisadas no Amazonas ao fim de 2019, aponta relatório mais recente da Controladoria-Geral da União (CGU) divulgado esta semana. De acordo com Grupo de Trabalho para Governança de Investimento em Infraestrutura (GT Infraestrutura) do órgão, esses empreendimentos custariam R$ 680 milhões aos cofres públicos.

O levantamento foi publicado em setembro de 2020 e analisou 32.415 contratos em nível nacional até dezembro de 2019. Destes, 10.916 estavam paralisados, o que significa uma a cada três obras no país. O custo total desses contratos ultrapassa os R$ 100 bilhões.

Com a paralisação de obras públicas, deixam de ser gerados milhões de empregos diretos e indiretos. Vale lembrar que segundo informação exclusiva do Vocativo, o total de recursos destinados para infraestrutura para a Região Metropolitana de Manaus caiu durante o governo do presidente Jair Bolsonaro (PL), sendo menor do que a quantia enviada nos dois últimos anos do governo da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). A informação foi conseguida com exclusividade pelo Vocativo via Lei de Acesso à Informação (LAI) com a Secretaria Estadual de Infraestrutura (Seinfra) do Amazonas.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: