Amazonas

Números da Covid-19 em Manaus seguem preocupantes

INFOGRIPE, da Fiocruz, aponta crescimento no número de casos de SRAG em Manaus. Observatório Covid-19, também da Fiocruz, também mostra que o Amazonas apresenta aumento de ocupação de leitos de UTI nos últimos 15 dias

Mesmo com o avançar da campanha de vacinação em Manaus, os números da Covid-19 na capital do estado seguem preocupantes. É o que mostra o novo boletim INFOGRIPE, da Fiocruz, divulgado nesta terça-feira (15/07/21). Outro indicador, o Boletim Observatório Covid-19 Fiocruz também aponta que o Amazonas, além de Rondônia, Pará, Tocantins e Goiás apresentaram crescimento no indicador de ocupação de leitos para a doença. 

“Infelizmente, Manaus encontra-se em duradoura e preocupante retomada dos contágios do SARS-COV-2, aumento de casos novos nos últimos meses e de novo aumento nas internações por Covid-19” alerta Jesem Orellana, epidemiologista da Fiocruz.

“Como se observa na Figura 1 (abaixo), a incidência estimada na semana epidemiológica 27 de 2021 (canto inferior direito do gráfico – período de 04 a 10 de julho de 2021), já se equipara ao valor observado no primeiro pico desta mesma segunda onda, na semana epidemiológica 40 de 2020 (parte central inferior do gráfico – período de 27 de setembro a 03 de outubro de 2020)”, explica.

De acordo com o pesquisador, Manaus passa por processo de reversão da queda de casos e aumento sustentando da incidência da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) nas últimas semanas. O aumento de casos SRAG’s é um sinal de aumento de casos de Covid-19. Isso porque, como faltam testes RT-PCR para grande parte da população, os sintomas de síndrome respiratória acabam sendo o parâmetro mais confiável.

“Como estamos em um momento epidêmico e temos a predominância de um vírus [no caso, o SARS-COV-2], não temos dúvidas que esse aumento é causado pelo novo coronavírus. Se tivéssemos uma ampla cobertura de testagem sobre a população, não precisaríamos recorrer a esse recurso, que não é tão preciso quanto um teste específico”, explica o epidemiologista.

Por outro lado, mesmo com testagem específica para a Covid-19, é possível notar também aumento de resultados positivos. “Na Figura 2, observa-se forte e duradouro aumento dos percentuais de positividade nos exames de antígeno para o diagnóstico de Covid-19 em Manaus, a partir de maio em diante, confirmando o comportamento ascendente dos casos novos de Covid-19 na capital amazonense”, mostra.

“Mesmo com o aumento da oferta de exames de antígeno para diagnóstico de Covid-19 em Manaus, bem como de exames RT-PCR no estado do Amazonas, os percentuais de positividade seguiram com um padrão elevado, o que sugere manutenção em níveis altos da transmissão comunitária do novo coronavírus”, pondera.

UTI’s

O aumento de casos de Covid-19 também começa a se refletir nas internações. Nos últimos 15 dias, houve aumento de 15,5% na ocupação semanal média de leitos de UTI devido a Covid-19 em Manaus, saltando de 173,2 para 200. Este é um dado ainda mais preocupante, uma vez que a taxa de letalidade de pacientes intubados em UTI de Manaus é uma das maiores do país.

“É fundamental a ampliação da testagem e do rastreamento de contatos, assim como da vacinação responsável contra a Covid-19, sobretudo em contexto de aumento na circulação de variantes de preocupação como a Gama (famosa P.1) ou a variante Delta (circulou fortemente na Índia)”, pede.

2 comentários

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: