Amazonas Covid-19

Amazonas registra aumento de 45% nas internações por Covid-19

As internações por Covid-19 no Amazonas voltaram a subir após semanas de queda. Segundo o último boletim divulgado pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP) neste domingo (31/10/21), entre os casos confirmados, há 67 pacientes internados em Manaus, sendo 35 em leitos clínicos (5 na rede privada e 30 na rede pública), 32 em UTI (6 na rede privada e 26 na rede pública).

O número representa aumento de 45% nas internações em todo estado. Pra se ter uma ideia, há uma semana, eram 49 pacientes, sendo 24 em leitos clínicos (2 na rede privada e 22 na rede pública), 25 em UTI (4 na rede privada e 21 na rede pública). Há 15 dias, eram há 46 pacientes, sendo 22 em leitos clínicos (3 na rede privada e 19 na rede pública) e 24 em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) (2 na rede privada e 22 na rede pública).

Na última quinta-feira (28/10/21), foi observado um aumento de 7% na média diária de casos de Covid-19 no estado. No interior o aumento chegou a 36%, enquanto a capital apresentou redução de 25% dos casos. O documento está disponível no site da FVS-RCP. O órgão também confirmou a predominância de 89% dos casos de Covid-19 pela variante Delta (B.1.617).

De acordo com o “Vacinômetro” da Prefeitura de Manaus, 11% da estimativa do público vacinável em Manaus, mais de 210 mil pessoas, ainda não receberam a primeira dose da vacina. O Sistema Municipal de Vacinação (SMV) indicava que 279.479 pessoas já haviam passado dos prazos. Entre os pacientes internados com Covid-19 em hospitais de Manaus, 84,6% não tomaram nenhuma dose ou estão com o esquema vacinal incompleto.

Com 50% da população total de Manaus com esquema vacinal contra a Covid-19 completo, a prefeitura decidiu realizar os festejos de comemoração do aniversário da cidade, reunindo dezenas de milhares de pessoas no último final de semana, além de anunciar a programação de natal. No entanto, mesmo exigindo vacinação completa para participar das festas, especialistas ouvidos pelo Vocativo afirmam que, mesmo nessas condições, esse tipo de aglomeração ainda não deveria estar acontecendo.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: